Pular para o conteúdo principal

RAIVA

atualizado em 09/05/2018 | 13:54

A raiva é uma doença transmitida ao homem pela inoculação do vírus rábico presente na saliva e secreções do animal infectado, principalmente através de mordedura, arranhadura e lambedura. Cães e gatos constituem a principal fonte de infecção, mas também os morcegos (hematófagos e não hematófagos), raposa, gato do mato, saguis, gambás, e animais de produção, como boi, vaca, cavalos, são potenciais transmissores da doença. Caracteriza-se como uma encefalite progressiva e aguda com uma letalidade de aproximadamente 100%.

Como proceder após sofrer acidente com animal potencial transmissor da raiva, seja mordedura, arranhadura e/ou lambedura:


1. Lavar muito bem o local com água corrente e sabão.
2. Procurar uma unidade de saúde e informar o ocorrido com o máximo de dados possíveis sobre as condições do acidente e sobre o animal.
3. Seguir rigorosamente a indicação médica de vacina ou soro e vacina, ou somente observação animal.
4. Se a ocorrência for em finais de semana e/ou feriados, procurar o Centro de Referência em Imunobiológicos Especiais (CRIE) localizado à Rua Paraíba, 890, Savassi, para o atendimento inicial e depois seguir o tratamento no Centro de Saúde mais próximo de sua casa.
5. Acompanhar a observação do animal e qualquer alteração no comportamento do mesmo (sumir, desaparecer, morrer ou outra) deverá ser comunicado imediatamente o Centro de Saúde ou o serviço de controle de zoonoses de referência.
6. Receber os profissionais do serviço de controle de zoonoses para acompanhamento da observação do animal.
7. Se o animal for de terceiros, auxiliar nas informações sobre o endereço de moradia. Se o animal for de rua, informar o ponto de referência e proximidades onde costuma viver, favorecendo a observação do mesmo pela equipe de controle de zoonoses.
8. No aparecimento de morcego em casa, ou em sua proximidade, com comportamento diferente, não tentar pegar ou manipular o animal. Comunicar imediatamente ao serviço de controle de zoonoses do centro de saúde mais próximo para que seja feito o recolhimento do animal e o repasse das orientações devidas.