Pular para o conteúdo principal

BH DE MÃOS DADAS CONTRA A AIDS

atualizado em 08/01/2021 | 16:49

O programa “BH de Mão Dadas Contra a Aids” surgiu em Belo Horizonte no ano 2000 com o objetivo de trabalhar com diversos grupos da sociedade acerca da saúde sexual e suas formas de prevenção, da desmistificação de preconceitos e discriminações e sobre as formas de redução de danos. 
A equipe do programa atua em duas frentes de serviços: Formações (oficinas, palestras) e trabalho em campo (redução de danos). 
As oficinas e palestras são desenvolvidas por educadores sociais sobre as temáticas sexualidade; IST e prevenção combinada; diversidade sexual, raça e etnia; drogas e redução de danos e saúde mental. Em parceria com a Rede Municipal de Ensino, o trabalho acontece durante o ano nas escolas e abrange alunos e professores, na Rede de Saúde o programa oferta a capacitação para profissionais, além de atender solicitações de outras secretarias do município. 
O trabalho em campo acontece nas 9 regionais, por meio da abordagem e acompanhamento das populações vulneráveis, com foco em prevenção às IST, redução do uso abusivo de álcool e outras drogas. Os redutores também realizam a busca ativa e encaminham os usuários aos centros de saúde, fortalecendo o vínculo.
A ações de promoção da saúde para essa população acontecem continuamente e também durante eventos culturais da cidade. 

 

Educação em Saúde:

A Coordenação Municipal de Saúde Sexual e Atenção às IST, AIDS e Hepatites Virais, tem como uma de suas atribuições desenvolver atividades de educomunicação por meio de  folhetos, cartilhas e jornais em meio digital e impresso. 
Na rede de saúde os profissionais utilizam dessa ferramenta visando melhorar a qualidade do serviço prestado de forma multi e interdisciplinar, centrada no sujeito e em sua saúde integral. Essas ações levam o usuário refletir sobre sua sexualidade, os tipos de infecções sexualmente transmissíveis, suas formas de prevenção, tratamento e indicam os pontos de atenção do SUS, ofertados em BH.  
O enfoque educativo é um dos elementos fundamentais na qualidade da atenção prestada em saúde sexual e reprodutiva, que deve acontecer de forma permanente e por todos. O material está disponível todos, para ampla divulgação e conscientização da saúde sexual e reprodutiva. 
 

prep

prep

autooteste

 

preve_comb

preve_mandalasífilis_jpg

 

hepatites

dezembro_vermelho

boletim_dez_vermelho