Pular para o conteúdo principal

Infecções sexualmente transmissíveis

atualizado em 19/03/2018 | 10:45

As IST são causadas por vírus, bactérias ou outros microrganismos. São transmitidas, principalmente, por meio do contato sexual (oral, vaginal, anal) sem o uso de camisinha masculina ou feminina, com uma pessoa que esteja infectada. A transmissão de uma IST pode acontecer, ainda, da mãe para a criança durante a gestação, o parto ou a amamentação.

As IST podem se manifestar por meio de feridas, corrimentos ou verrugas anogenitais, mas pode surgir também em outra parte do corpo (ex.: palma das mãos, olhos, língua). Alguns exemplos de outras IST: herpes genital, gonorreia, cancro mole, infecção pelo Papilomavírus Humano (HPV).

O tratamento das pessoas com IST melhora a qualidade de vida e interrompe a cadeia de transmissão dessas infecções. O atendimento e o tratamento são gratuitos nos serviços de saúde do SUS.
As ações de promoção e prevenção às Infecções Sexuais Transmissíveis (IST) e rastreamento dos cânceres cérvico, uterino e de mama são contempladas na APS, a partir da realização de testes rápidos (sífilis, hepatites, HIV), coleta de material citopatológico e solicitação de mamografias de rastreamento.

Atualmente, o Ministério da Saúde vem incentivando a realização do teste rápido como importante estratégia de saúde pública na ampliação do diagnóstico.

As unidades de saúde de Belo Horizonte realizam ações de diagnóstico e prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, contando com testes rápidos para HIV, sífilis e hepatites B e C gratuitamente, e com a opção de ser inteiramente sigilosa. O diagnóstico da infecção para essas doenças é feito a partir de uma gota de sangue, retirada de uma pequena picada de agulha na ponta do dedo. Os testes rápidos que detectam os anticorpos contra os vírus apresentam o resultado em até 45 minutos.
 

As parcerias sexuais devem ser alertadas sempre que uma IST for diagnosticada.

 

O Programa BH de Mãos Dadas Contra a Aids estabelece como estratégia a educação continuada, feita pelos pares, ou seja, mulheres trabalham mulheres, profissionais do sexo trabalham profissionais do sexo, homens que fazem sexo com homens (HSH) trabalham HSH, adolescentes trabalham adolescentes. Também faz parte do programa a discussão da sexualidade em escolas municipais, para a prevenção precoce das IST/Aids, através do projeto "Saúde e Educação de Mãos Dadas contra a AIDS", que promove o debate em todas as escolas da rede municipal, fazendo a interface com os Centros de Saúde do município.

Equipes de pedagogos, psicólogos e ativistas de ONGs discutem com adolescentes de 13 a 19 anos temas como prevenção das Doenças Sexualmente Transmissíveis (IST), sexualidade, afetividade, direitos humanos, raça/etnia, gravidez na adolescência, drogas, uso de contraceptivos, auto-estima e habilidade de negociação.

Os 152 centros de saúde de Belo Horizonte atuam na distribuição de informações para ações de prevenção de IST, distribuição de preservativo sexual masculino com livre acesso do público através de dispensadores "self service", preservativo sexual feminino e bem como a realização da testagem para HIV, sífilis e hepatites B e C.

Através de parceria com OSC (Organizações da Sociedade Civil) são distribuídos preservativos sexuais, material informativo, realizado capacitações sobre sexualidade, prevenção e estímulo a testagem para HIV, sífilis, hepatites virais.

Atenção ao paciente

O diagnóstico de HIV, IST e hepatites virais, através de exames sorológicos, está disponível nas 152 unidades básicas de saúde de Belo Horizonte. Além disso, o munícipio conta com dois Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA), que oferece orientação e testagem rápida para HIV, sífilis, hepatites B e C.

Os pacientes com suspeita de IST deverão buscar atendimento nas unidades básicas, onde é feito o diagnóstico e tratamento através da abordagem sindrômica. Os casos que não respondem a esta abordagem são encaminhados para a Unidade de Referência Secundária (URS) Centro Sul, que também atende demanda espontânea de paciente com sintomas de IST. Aqueles que recebem o diagnóstico de infecção pelo HIV ou hepatite B e C, são referenciados pelo Centro de Saúde para os serviços especializados.

Os CTA’S (Centro de Testagem e Amostragem) são unidades de saúde destinadas ao diagnóstico e prevenção e doenças sexualmente transmissíveis. É possível fazer gratuitamente os exames de Hepatite, Sífilis e HIV. O atendimento no CTA é realizado com o objetivo não somente de diagnosticar as IST’s, mas também de aconselhar as pessoas independente do resultado do exame. 
Em Belo Horizonte há dois centros de Testagem e Amostragem.

O horário de atendimento para coleta é de 08 horas às 12 horas e de 13 horas às 16 horas, mas o CTA fica aberto até as 17 horas.

É importante lembrar que o quanto antes a detecção de um vírus for feita, maiores são as chances de um melhor tratamento.

Informações úteis

Testagem para HIV, sífilis e hepatites virais
Procure o Centro de Saúde próximo de sua casa ou um Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA). 

Profilaxia Pós-Exposição (PEP) Acidente com material biológico
Procure uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas.

Profilaxia Pós-Exposição (PEP) Sexual
Procure um Serviço de Atenção Especializada (SAE), das 7h às 18h, ou uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), à noite e finais de semana. 

Profilaxia Pré-Exposição (PrEP)
Faça sua avaliação no Hospital Eduardo de Menezes ou CTR DIP Orestes Diniz. 

Tratamento de Infecções Sexualmente Transmissíveis
Procure o Centro de Saúde próximo de sua casa ou o serviço de IST da URS Centro-Sul. 

Tratamento de HIV/AIDS, sífilis e hepatites virais
Se realizou o teste em um dos serviços do SUS BH, a própria unidade marcará sua consulta. Se você realizou o teste em um laboratório particular, procure o Centro de Saúde próximo de sua casa para marcar sua consulta em um dos Serviços de Atenção Especializada (SAE) da rede SUS BH.
 

CTA Centro Sul
Rua Carijós, 528 - 5º andar - Centro
(31) 3246-7007

CTA SAE Sagrada Família
Rua Joaquim Felício, 141 - Sagrada Família
(31) 3277-5757

CTR DIP Orestes Diniz
Alameda Álvaro Celso, 241 - Santa Efigênia
(31) 3277-4341 

URS Centro-Sul
Rua Paraíba, 890 - Funcionários
(31) 3277-5356 

Hospital Eduardo de Menezes
Rua Dr. Cristiano Rezende, 2.213 - Bonsucesso
(31) 3328-5000


 

panfleto_camisinha_aprecie_moderacao.jpg

panfleto_camisinha_aprecie_moderacao-uma.jpg

panfleto_muita_calma.jpg

panfleto_objetos_femininos.jpg

folder_dst_voce_sabe.jpg

manejo_clinico_HTLV.jpg

manual_atendimento_principais_intercorrencias_clinicas_profilaxias_pos-exposicao_rede_sus-bh.jpg

manual_tecnico_saude_mental_hiv_sifilis_hepatites_virais.jpg

fluxo-atendimento-acidente-biologico-2014.jpg