Pular para o conteúdo principal

Coordenadoria de Atendimento Regional Norte

No âmbito de cada região administrativa de que trata a Lei nº 10.231, de 19 de julho de 2011, funciona uma Coordenadoria de Atendimento Regional, com competências, em suas respectivas circunscrições, de apoiar as secretarias municipais na implementação das políticas públicas relativas à saúde, à educação, ao abastecimento alimentar, aos serviços sociais, à cultura, aos esportes, ao controle urbano e ambiental, à limpeza urbana e patrimonial, à manutenção e obras, por intermédio das atribuições de:

 

I – realizar a interlocução com o cidadão e com representantes das entidades da sociedade civil organizada, com vistas a subsidiar o direcionamento e priorização de ações dos órgãos e entidades do Poder Executivo no âmbito regional;

 

II – articular junto aos órgãos e entidades do Poder Executivo e com as demais Coordenadorias de Atendimento Regional a execução de políticas públicas no âmbito regional;

 

III – coordenar as ações intersetoriais a partir das diretrizes dos órgãos e entidades responsáveis pelas políticas públicas na jurisdição da regional;

 

IV – operacionalizar iniciativas de parcerias para manutenção de praças, canteiros e demais áreas verdes no âmbito da regional conforme diretrizes da Smaics;

 

V – administrar os espaços compreendidos pela sede da regional, responsabilizando-se pelo respectivo planejamento e execução orçamentária e financeira, observadas as especificidades dos órgãos e entidades ocupantes.

 

 

Saiba mais sobre a Regional

 

Com uma população de 212.055 habitantes, 64.062 domicílios, extensão territorial de 32,56 km² e uma densidade demográfica de 6.513 hab./km², a Regional Norte faz divisa com os municípios de Santa Luzia e Vespasiano e com as regionais Nordeste, Pampulha e Venda Nova. 

 

O acesso à região se dá pelas avenidas Cristiano Machado e Pedro I, Rodovia MG 20 e Avenida Risoleta Neves (Via 240). Os ribeirões do Onça, Isidoro e Pampulha fazem parte das três principais bacias da região. Estão catalogadas cerca de 100 áreas verdes, entre matas naturais, praças e jardins.

 

A ocupação da Região Norte foi gradativa. Começou por volta de 1930 em áreas públicas que hoje são representadas pelos bairros Primeiro de Maio e São Bernardo. O bairro Primeiro de Maio ocupava áreas de antigas fazendas do início do século XX, que posteriormente dariam origem a outros povoados.

 

Antes da instalação do Matadouro Municipal, em 1937, um dos mais importantes era o povoado do Onça, onde hoje se localiza o bairro Aarão Reis, à margem esquerda do ribeirão de mesmo nome. A partir de 1930, intensificou-se a ocupação, devido ao grande crescimento demográfico da cidade, que se expandiu para além dos limites da Avenida do Contorno. Em 1937, foi inaugurado o Matadouro Municipal, o que levou a um novo parcelamento do solo mais próximo à configuração atual.

 

Fale conosco

 

Acesse aqui os canais de atendimento ao cidadão.

 

 

 

 

 

Notícias em Destaque