Pular para o conteúdo principal

VACINAÇÃO CONTRA A DENGUE 2024

criado em - atualizado em

  Neste momento, podem receber a vacina contra a dengue o público de 10 a 14 anos. É necessária a presença dos pais, mães ou responsáveis legais. Além disso, no momento da aplicação, é necessário apresentar (preferencialmente) o documento de identificação com foto ou certidão de nascimento, CPF, comprovante de endereço e cartão de vacina.

 

Contraindicações

 A vacina da dengue (atenuada) não deve ser administrada nas seguintes situações:

  • Indivíduos menores de 4 anos e com 60 anos e mais;
  • Anafilaxia ou reação de hipersensibilidade à substância ativa ou a qualquer excipiente listado na seção “composição da vacina” ou à uma dose anterior dessa vacina;
  • Indivíduos com imunodeficiência congênita ou adquirida, incluindo aqueles recebendo terapias imunossupressoras tais como quimioterapia ou altas doses de corticosteróides sistêmicos (p. ex., 20 mg/dia ou 2 mg/kg/dia de prednisona por duas semanas ou mais) dentro de quatro semanas anteriores à vacinação, assim como ocorre com outras vacinas vivas atenuadas;
  • Indivíduos com infecção por HIV sintomática ou infecção por HIV assintomática quando acompanhada por evidência de função imunológica comprometida;
  • Gestantes;
  • Mulheres que estejam amamentando (lactantes).
 
Informações e Perguntas Frequentes sobre a vacina

Há 40 anos o Brasil sofre com sucessivas epidemias de dengue, que causam milhares de episódios de adoecimento, óbitos, sobrecarga dos serviços de saúde e prejuízos sociais e econômicos inestimáveis.
 

Na ausência de tratamento específico, o manejo da dengue é baseado no reconhecimento de sinais de alarme e gravidade, o que demanda organização dos sistemas de saúde e capacitação dos profissionais responsáveis pelo atendimento. Uma das medidas mais importantes para o controle da transmissão da doença na população é baseada nas medidas de eliminação de reservatórios aquáticos, favorecedores da reprodução do Aedes Aegypti, vetores da doença no meio urbano.


A recente aprovação da vacina Qdenga pela ANVISA proporciona uma nova ferramenta para prevenção da dengue. A incorporação desta vacina pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde, combinada às estratégias de combate vetorial, contribuirão para a redução do risco de infecção e da morbimortalidade pela doença no país.
 

NOTA INFORMATIVA Nº 25/2020-CGARB/DEIDT/SVS/MS 

 

A Qdenga é uma vacina atenuada tetravalente contra os quatro sorotipos da dengue, quais sejam: DENV-1, DENV-12, DENV-3 e DENV-4. A vacina baseia-se na tecnologia de DNA recombinante, a partir do sorotipo atenuado DENV-2, que fornece a estrutura genética para todos os quatro componentes virais da vacina. A cepa vacinal DENV-2 é composta pelo vírus isolado de um paciente, modificado e atenuado em laboratório pela inoculação em culturas celulares. As outras três cepas vacinais são “quimeras” geradas pela substituição dos genes que codificam as proteínas do envelope e da pré-membrana da cepa 2 pelos genes correspondentes das cepas selvagens DENV-1, DENV-3 e DENV-4.

 

PERGUNTAS FREQUENTES 

1) QUAIS AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DAS VACINAS CONTRA A DENGUE LICENCIADAS NO BRASIL?

  • Dengvaxia (Sanofi Pasteur): vacina tetravalente, vírus vivo atenuado, 3 doses com intervalo de 6 meses entre as doses, somente indicada para quem já teve dengue (soropositivos).
  • Qdenga (Takeda): vacina tetravalente, vírus vivo atenuado, 2 doses com intervalo de 3 meses entre as doses, independentemente de ter tido ou não dengue previamente (soronegativos e soropositivos).

 

2) PARA QUEM É INDICADA A NOVA VACINA QDENGA?

Essa vacina está indicada para indivíduos de 4 e 59 anos, 11 meses e 29 dias.

 

3) QUEM NÃO PODE RECEBER A VACINA?

  • Como toda vacina de vírus vivo, está contraindicada para gestantes e lactantes (mulheres que estão amamentando);
  • Pessoas com imunodeficiências primárias ou adquirida, incluindo terapias;
  • Reação de hipersensibilidade a dose anterior.

 

4) QUAL O ESQUEMA DE DOSES?

Duas doses, com volume de 0,5 ml, por via subcutânea, com intervalo de 3 meses entre elas.

 

5) QUEM JÁ TEVE DENGUE PODE FAZER A VACINA?

Sim. A recomendação da vacina nesta população é especialmente indicada por ter melhor resposta imune à vacina e por ser população de maior risco para dengue grave.

 

6) EU JÁ TIVE DENGUE. QUANTO TEMPO APÓS A DENGUE POSSO FAZER A VACINA?

Esse dado especificamente não foi avaliado no estudo dessa vacina. Mas, com base na produção dos anticorpos e em dados de vacina anterior, o tempo ideal entre o episódio da dengue e o início da vacinação é de 6 meses.

 

7) EU TIVE DENGUE APÓS A PRIMEIRA DOSE DA VACINA. QUANTO TEMPO DEVO ESPERAR PARA FAZER A SEGUNDA DOSE?

O estudo não encontrou impacto entre o episódio de dengue no intervalo entre as doses. Portanto, o intervalo deve ser mantido, desde que não inferior a 30 dias em relação ao início da doença.

 

8) ESSA VACINA PROTEGE PARA QUAIS SOROTIPOS DA DENGUE?

A vacina demonstrou ser eficaz contra o DENV-1 (69,8%), DENV-2 (95,1%) e DENV-3 (48,9%). A eficácia contra o DENV-4 não pôde ser avaliada nesse período, devido ao insuficiente número de casos de dengue causados por esse sorotipo durante o estudo.

 

9) QUAL A EFICÁCIA CONTRA HOSPITALIZAÇÃO?

Houve eficácia contra hospitalizações por DENGUE CONFIRMADA LABORATORIALMENTE, com proteção geral de 84,1%, com estimativas bem semelhantes entre soropositivos (85,9%) e soronegativos (79,3%).

 

10) SERÁ NECESSÁRIO FAZER DOSE DE REFORÇO?

Não existem dados, até o momento, que indiquem dose de reforço. Mas, os estudos seguem em andamento para responder essa questão. O tempo de seguimento pós vacina, neste momento de 4,5 anos, demonstrou não haver necessidade de reforço neste período.

 

11) ESSA VACINA PROTEGE CONTRA ZIKA, FEBRE AMARELA E CHIKUNGUNYA?

Não há proteção para outras arboviroses. A vacina é utilizada exclusivamente para a proteção contra a dengue.

 

12) ESSA VACINA PODE SER FEITA JUNTO COM OUTRAS VACINAS? HÁ NECESSIDADE DE INTERVALO COM ALGUMA VACINA?

Foi estudada a concomitância com as vacinas da hepatite A (inativada) e febre amarela (atenuada) e não houve relato de eventos adversos até o momento. Como toda vacina de vírus vivos atenuados, a vacina dengue pode interferir na resposta imunológica a outras vacinas atenuadas. Dessa forma, a administração deve ser realizada no mesmo dia ou com um intervalo mínimo de 30 dias. Não há necessidade de intervalo para a aplicação de vacinas inativadas.

 

13) A VACINA QDENGA PODE SER FEITA NAS GESTANTES? E CASO TENHA SIDO FEITA INADVERTIDAMENTE, COMO PROCEDER?

Por ser vacina de vírus vivo atenuado, esta vacina esta contraindicada para gestantes. Nos casos descritos, onde a vacina foi administrada de forma inadvertida, em gestantes, não foi observado nenhum efeito danoso ao feto ou a gestação.

 

14) A VACINA QDENGA PODE SER FEITA NA LACTANTE? HÁ DADOS DE SEGURANÇA?

A vacina está contraindicada para nutrizes ou lactantes, por não se conhecer dados de segurança para o bebê.

 

15) TOMEI DUAS DOSES DA VACINA DENGVAXIA®, MAS NÃO COMPLETEI O ESQUEMA? COMO PROCEDER?

O esquema iniciado com uma determinada vacina, deverá ser completado com o mesmo produto, como regra geral. Na indisponibilidade de vacina ou em situações de interrupção de esquema prévio com Dengvaxia®, pode-se realizar QDENGA, desde que complete duas doses, com intervalo habitual de 90 dias.

 

16) TEM VALOR TOMAR A VACINA QDENGA SE JÁ COMPLETEI TODO O ESQUEMA COM A VACINA ANTERIOR, DENGVAXIA®?

Não há dados de segurança que sustentem esta recomendação, por ora.

 

17) E PARA AS PESSOAS ACIMA DE 60 ANOS? EXISTEM DADOS?

Os dados de imunogenicidade e segurança estão em andamento. Assim, até que haja a disponibilidade dos dados, não recomendamos fazer a vacinação fora da faixa etária recomendada.

 

18) MULHER EM IDADE REPRODUTIVA PODE VACINAR OU DEVEMOS TER ALGUM CUIDADO ESPECIAL?

Mulheres que estão em idade fértil e pretendem engravidar, deverão ser orientadas a usar métodos de anticoncepção, por período de 30 dias após a vacinação.

 

19) QUAL O NÍVEL DE PROTEÇÃO OFERECIDO APÓS A ADMINISTRAÇÃO DA PRIMEIRA DOSE E POR QUANTO TEMPO DURARIA?

Foi demonstrada eficácia de 81% após 30 dias da primeira dose da vacina, o que poderia justificar seu uso para indivíduos que vivem em áreas não endêmicas que vão visitar países endêmicos e não têm tempo para receber a segunda dose antes da viagem. Mas a proteção de médio e longo prazo foi demonstrada apenas com o esquema preconizado de duas doses (intervalo de 3 meses), uma vez que 95% da população do estudo completou esse esquema.

 


Fonte: 

1) Ministério da Saúde. Informe técnico operacional da estratégia de vacinação contra a dengue em 2024. Disponível em: https://www.gov.br/saude/pt-br/assuntos/saude-de-a-a-z/a/arboviroses/publicacoes/estrategia-vacinacao-dengue (acessado em 23/02/24)
2) Sociedade Brasileira de Imunização, Sociedade Brasileira de Infectologia, Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Vacinação contra dengue - Perguntas e respostas mais frequentes: Sociedade Brasileira de Imunização; Sociedade Brasileira de Infectologia; Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Disponível em: https://sbim.org.br/images/files/notas-tecnicas/perguntas-respostas-qdenga-230714.pdf (acessado em 23/02/24))

 

Vacinação de segunda a sexta-feira


O imunizante está disponível nos centros de saúde, distribuídos pelas nove regionais de Belo Horizonte. 
Confira abaixo os endereços:

 

VACINAÇÃO CONTRA DENGUE - REGIONAL BARREIRO
Nome do PostoEndereçoBairro
Centro de Saúde Carlos Renato DiasRua José Gonçalves, 375Barreiro
Centro de Saúde Eduardo Mauro de AraújoRua Eridano, 540  Miramar 

 

 

VACINAÇÃO CONTRA DENGUE - REGIONAL CENTRO-SUL
Nome do PostoEndereçoBairro
Centro de Saúde Santa Rita de CássiaRua Cristina, 961São Pedro

 

 

VACINAÇÃO CONTRA DENGUE - REGIONAL LESTE
Nome do PostoEndereçoBairro
Centro de Saúde Marco Antônio MenezesRua Petrolina, 869/871 Horto

 

 

VACINAÇÃO CONTRA DENGUE - REGIONAL NORDESTE
Nome do PostoEndereçoBairro
Centro de Saúde Marivanda BaleeiroRua Três mil e Setenta e Quatro, 555Paulo Vl
Centro de Saúde São PauloRua Aiuruoca, 455São Paulo

 

 

VACINAÇÃO CONTRA DENGUE - REGIONAL NOROESTE
Nome do PostoEndereçoBairro
Centro de Saúde Carlos Prates    Rua Riachuelo, 35    Carlos Prates

 

 

VACINAÇÃO CONTRA DENGUE - REGIONAL NORTE
Nome do PostoEndereçoBairro
Centro de Saúde GuaraniRua Pacaembú, 160Guarani
Centro de Saúde JaquelineRua Agenor de Paula Estrela, 200Jaqueline
Centro de Saúde TupiRua Jorge Amado, 91Tupi

 

 

VACINAÇÃO CONTRA DENGUE - REGIONAL OESTE
Nome do PostoEndereçoBairro
Centro de Saúde BetâniaRua Canoas, 678 Betânia