Pular para o conteúdo principal

INFORMAÇÕES SOBRE O TRANSPORTE SUPLEMENTAR

atualizado em 28/12/2018 | 18:25

Considera-se Serviço Público de Transporte Coletivo Suplementar de Passageiros a modalidade que, sob parâmetros diferenciados, complementa o sistema municipal de transporte público coletivo de passageiros.

 
Criado em 14 de setembro de 2001, o sistema começou a operar em 15 de setembro, quando a linha S60 (Circular Venda Nova) passou a circular. No processo licitatório foram classificados 300 concorrentes, de um total de 1.264 inscritos, para trabalhar nas linhas criadas. Todas as linhas fazem ligação entre bairros sem passar pelo centro da cidade, cumprindo horários e itinerários determinados pela BHTRANS.

 

Todos os veículos autorizados a operar no Transporte Suplementar passam por rigorosa vistoria na BHTRANS e têm o cumprimento de seu quadro de horários e itinerários fiscalizados pela empresa. 

 

Transporte Suplementar
Foto: Paulo Fernando Almeida

 

Nos principais corredores da cidade os motoristas do transporte suplementar deverão utilizar os pontos de embarque e desembarque existentes. Nas vias locais os usuários poderão embarcar e desembarcar em qualquer ponto, desde que seja respeitada a regulamentação do Código de Trânsito Brasileiro.

 

Frota: O serviço conta com uma frota de 276 veículos (novembro/2018).

 

Acessibilidade: Segundo dados de novembro/2018, 270 veículos já são totalmente acessíveis (possuem elevador) o que corresponde a 98% da frota.

 

Ouça este conteúdo