Pular para o conteúdo principal

Cantata

Cantata
Foto: Adão de Souza/PBH
atualizado em 18/11/2020 | 14:20

Promovida pela Secretaria Municipal de Educação de Belo Horizonte (SMED), por meio da Diretoria da Educação Integral, a Cantata é a culminância do processo formativo envolvendo corais das Escolas Municipais. Trata-se de uma ação educativa que propicia momentos únicos de encontro, qualificação técnica em canto coral e valorização do trabalho artístico desenvolvido nas escolas.

 

A Cantata surgiu em 2012, quando a Secretaria reuniu os diversos corais das escolas para uma apresentação coletiva. A primeira exibição aconteceu em dezembro daquele ano e recebeu a denominação de “Cantata de Natal”. Em outras oportunidades, a Educação presenteou a cidade com Cantatas de Inverno, de Primavera e muitas outras Cantatas de Natal. Assim, as Cantatas passaram a compor o calendário de ações da SMED.

 

O tema da Cantata de Primavera 2019 foi: “Superar: quando a deficiência inclui e transforma”. O principal objetivo foi dar visibilidade às pessoas com deficiência, cujas ações e conquistas resultaram em significativa contribuição social.

Neste contexto, o foco nas potencialidades do indivíduo foi mais importante do que qualificá-lo por suas deficiências, pois foram suas potencialidades que permitiram a superação dos obstáculos colocados e, por conseguinte, a transformação do sujeito e da sociedade na qual se insere, promovendo uma inclusão mais ampla.

 

Após pesquisas, as 41 escolas participantes elegeram como homenageados Marcelo Xavier, Thiago Helton Miranda Ribeiro, Walter Da Rocha Tosta, Maria Da Penha Maia Fernandes, Magdalena Carmen Frida Kahlo y Calderón, Evelyn Elizabeth Ann Glennie, Ludwig Van Beethoven. O repertório da Cantata de Primavera 2019 contemplou as músicas: O Caderno (Toquinho e Mutinho), Todo Mundo Cabe no Mundo (Marcelo Xavier), É Preciso Saber Viver (Erasmo Carlos e Roberto Carlos), Maria da Vila Matilde (Douglas Germano), Dona de Mim (Arthur Magno Simões Marques), An Die Freud, da Sinfonia Nº 9 em Ré Menor – Opus 125 (Ludwig Van Beethoven).

 

Por meio de parceria entre a SMED e a Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (CODEMGE), a culminância da Cantata de Primavera 2019 ocorreu na Sala Minas Gerais, sede da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, espaço internacionalmente reconhecido e de grande importância para a música brasileira.