Pular para o conteúdo principal

Banco de Alimentos

atualizado em 09/09/2019 | 17:07

 

A missão do Banco de Alimentos de Belo Horizonte é contribuir para a redução da insegurança alimentar da população belo-horizontina em situação de vulnerabilidade social e nutricional, através da doação de alimentos, da redução do desperdício, da promoção de ações educativas, dos estímulos à responsabilidade social e do estabelecimento de parcerias entre governo, iniciativa privada e entidades da sociedade civil.
 

Visando reduzir o desperdício de alimentos, recebe produtos considerados fora dos padrões de comercialização, mas ainda adequados ao consumo humano. Transforma o que seria dispensado com precedência em alimento para quem precisa, contribuindo para a redução da fome e da insegurança alimentar e nutricional. 
 

O Programa Banco de Alimentos é uma importante política pública brasileira, que contribui efetivamente para a promoção do direito humano à alimentação adequada. Em Belo Horizonte o Banco de Alimentos já completou 16 anos, e faz parte da Política Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional, da Subsecretaria de Segurança Alimentar e Nutricional (SUSAN). Atua por meio de duas redes complementares: 
 

• Uma rede é constituídas de doadores, entre parceiros fixos, atualmente 25 doadores (entre supermercados, sacolões, centrais de distribuição, restaurantes e outros), e doadores eventuais, (pessoas físicas, eventos e demais Bancos de Alimentos pertencentes à Rede de Bancos de Alimentos da Região Metropolitana - REBA). Esta rede possui 10 bancos, sendo 9 públicos e 1 da rede privada. 


• Outra rede é constituída pelas instituições cadastradas para receberem as doações dos alimentos. Em Belo Horizonte essa rede é constituída, atualmente, por 46 instituições socioassistenciais, que atendem cerca de 7.000 pessoas por semana. 
 

• Os alimentos são coletados junto à rede de doadores, avaliados e selecionados pela equipe técnica do Banco de Alimentos e, em seguida são repassados, em forma de Kit´s, segundo o número e a faixa etária dos públicos atendidos pelas instituições cadastradas. Para ter direito à doação, a instituição deve produzir e distribuir refeições prontas e gratuitas para pessoas em situação de vulnerabilidade social. Completando o ciclo do combate ao desperdício, os alimentos impróprios para o consumo são coletados pela Superintendência de Limpeza Urbana (SLU), onde é transformado em adubo, que retornará como alimento para os parques e jardins da cidade.

 

Além da distribuição dos alimentos, a equipe do Banco realiza visitas técnicas periódicas nas instituições, com a finalidade de orientar a melhor utilização dos alimentos, aprimorar as boas práticas e promover cardápios mais saudáveis. Atua também na área de educação alimentar e nutricional, promovendo cursos voltados aos/as manipuladores/as de alimentos das instituições cadastradas, oficinas e palestras voltados à capacitação dos funcionários e ao público que visita o Banco de Alimentos.

 

Quer receber de alimentos do Banco de Alimentos?

Está aberto o processo de cadastramento de novas instituições.

 

CADASTRE-SE

Para fazer parte da rede beneficiária do Banco de Alimentos, a instituição interessada deve realizar o cadastro com a apresentação dos seguintes documentos:  

  • Estatuto Social;

  • Ata da fundação e da última eleição da diretoria;

  • Comprovante de Inscrição no CNPJ;

  • CI e CPF do responsável;

  • Comprovante de inscrição no Conselho Municipal de Assistência Social - documento não obrigatório;

  • Relatório de atividades desenvolvidas e que informa como o alimento será utilizado;
    Lista de atendidos (nome e data de nascimento).

 

São pré-requisitos para o cadastro:

  • Possuir caráter filantrópico ou de utilidade pública;

  • Possuir condições mínimas para acondicionamento e preparo dos alimentos;

  • Dispor de meio de transporte para a coleta dos alimentos;

  • Participar de capacitações e treinamentos na área de segurança alimentar e nutricional (cursos, oficinas e palestras).
     

A documentação deve ser enviada através do e-mail bancodealimentos@pbh.gov.br ou entregue pessoalmente na Rua Tuiuti, 888 - Bairro Padre Eustáquio. A conclusão do cadastro ocorre após visita técnica do Banco de Alimentos e a cada dois anos é realizado o recadastro das instituições. 

 

QUER SER UM DOADOR?

Entre em contato com o Banco de Alimentos através do telefone: 3277-5713 ou pelo e-mail bancodealimentos@pbh.gov.br.

 

O que pode ser doado?
  • Alimentos em geral: frutas, legumes e verduras; frios e laticínios; grãos e cereais; enlatados e conservas; pães e massas; carnes e derivados.

  • Outras doações: material de higiene, limpeza e utensílios culinários.

 

O que não pode ser doado?

Refeições prontas, doces e pães com recheios cremosos e produtos com prazo de validade vencido.

 

Quem pode doar?

Pessoas físicas, indústrias de alimentos, centrais de distribuição, sacolões, supermercados, produtores, redes varejistas, etc. Ao doar, o parceiro amplia as suas ações de responsabilidade social e cidadania, reduz custos com o descarte de produtos e contribui para o combate à fome e a promoção do direito humano à alimentação adequada e ainda combater o desperdício de alimento. O doador é isento de responsabilidade civil e penal em caso de dano pelo consumo do alimento doado.

 

________________________________________________________________________________________

 

Balanço do Banco de Alimentos

  • 25 doadores;

  • 46 instituições da rede socioassistencial atendida;

  • 7.000 pessoas atendidas por semana1;

  • 10 toneladas de alimentos coletados e distribuídos, por semana;

  • 1,088 de refeições complementadas com doações

 

Balanço financeiro das doações (2018-2019)

  • 2018 – R$ 789.102,60

  • 2019 (janeiro a julho) – R$ 718.073,69

* dados atuais

 

Rede de Bancos de Alimentos REBA - RMBH

Belo Horizonte, Contagem, Betim, Sabará, Ribeirão das Neves, Brumadinho, Divinópolis, Formiga e Sete Lagoas (Bancos Públicos) e Mesa Brasil (Rede privada).

 

Contato:

Banco de Alimentos da Prefeitura de Belo Horizonte

Endereço: Rua Tuiuti, 888 – Padre Eustáquio.

bancodealimentos@pbh.gov.br / 3277-5713