Pular para o conteúdo principal

8 de março - Dia Internacional das Mulheres

criado em 03/03/2022 - atualizado em 08/03/2022 | 15:30

banner de fundo roxo com os dizeres: 8 de março dia internacional das mulheres

 

A Prefeitura de Belo Horizonte mantém uma política articulada com ações e programas que visam a proteção, a promoção e a defesa dos direitos da mulher.  
 

Este trabalho é realizado pela Diretoria de Políticas para as Mulheres (DIPM), vinculada à Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania (SMASAC),  e desenvolvido por meio de parcerias com as redes de entidades ligadas às diferentes esferas do poder público, organizações não governamentais e movimentos organizados de mulheres da sociedade civil, com o objetivo de promover e defender os direitos da mulher diante das diferentes formas de discriminação de gênero. Essas iniciativas são desenvolvidas de forma intersetorial entre as secretarias da PBH, com perspectiva interseccional, de gênero e dos direitos humanos para desenvolvimento das ações do Plano Municipal de Equidade de Gênero (PMEG).

 

Para o desenvolvimento das ações do PMEG foi organizado um comitê com a participação de várias secretarias da PBH e do CMDM. Através do comitê, foram organizadas várias ações de formação para servidoras e servidores: Seminários Diálogos pela Equidade; Diálogos sobre a Equidade de Gênero, com participantes da Assistência Social, da URBEL e da Secretaria Municipal de Cultura (SMC); dentre outros. 
 

A DIPM e o comitê realizam em parceria a Campanha 16 dias de ativismo pelo fim da Violência contra as Mulheres. A cada ano são realizadas várias atividades remotas e presenciais de caráter formativo que discutiram os temas afetos à violência de gênero. Paralelo à campanha foi realizada a III Mostra de Cinema Diálogos pela Equidade - Feminismos Plurais, em parceria com a SMC e o Circuito Municipal de Cultura.
 

A SMASAC vem empreendendo esforços na articulação do atendimento de mulheres em situação de violência doméstica e familiar no SUAS-BH e do Centro Especializado de Atendimento à Mulher Benvinda na perspectiva da equidade de gênero. Foi criado o Grupo de Trabalho com participações das Subsecretarias de Assistência Social e de Direitos de Cidadania, com o objetivo aperfeiçoar as ações, atividades, fluxos e orientações técnicas referentes aos direitos socioassistenciais e de cidadania no enfrentamento das situações de violência doméstica e familiar contra as mulheres em Belo Horizonte.
 

 

ATIVIDADES - 2022

 
Podcast | Educação Alimentar e Nutricional - Especial Dia Internacional da Mulher 
Foto de um prato de comida desenhado na terra

Para o dia internacional da mulher, o Podcast | Educação Alimentar e Nutricional traz o tema 'Mulher: o dia a dia do trabalho e da alimentação'. O episódio propõe a reflexão sobre um assunto importante: a divisão sexual do trabalho e a sobrecarga de funções sobre as mulheres. É comum ouvirmos dizer que a alimentação em casa piorou após a entrada das mulheres no mercado de trabalho. Será que a história é essa? Vamos pensar juntas, e espalhar este assunto por aí?
 

Ouça o episódio aqui.
 

Acompanhe o Podcast | Educação Alimentar e Nutricional. Novos episódios todas as sextas-feiras, disponíveis em diversas plataformas digitais. 

Mais informações na página EAN em Casa e na Escola.

 

Data

Atividade

Organizador (Unidade, Serviço, Programa)

8/3

Iluminação de monumentos em Belo Horizonte:

  • Sede da Prefeitura Municipal
  • Obelisco da Praça Sete

PBH/SMASAC

A ação integra o Movimento 8M-RMBH, composto por mais de 70 movimentos de mulheres que atuam na região metropolitana de Belo Horizonte

1º a 11/3
Semanas com atividades reflexivas realizadas através de contatos telefônicos e grupos de whatssapCRAS CONFISCO
1º a 11/3
Atividades reflexivas realizadas através de contatos telefônicos e grupos de whatsapp (envio de cards, quiz, vídeos)CRAS Santa Rosa
3/3
Reunião com as trabalhadoras e trabalhadores dos serviços socioassistenciais da Regional Norte com o TemaSUAS AMPLIADO REGIONAL NORTE
7/3
Intervenção do PAIF nos grupos do SCFV idoso, proporcionando o diálogo sobre gênero, violência contra mulher e suas interseccionalidade e Direito das mulheresCRAS Independência
7 a 11/3
Cartazes com mensagens reflexivas e motivadoras para o público femininoCRAS Vista Alegre
7 a 11/3
A mulher do futuro: ressignificações sobre as desvantagens pessoais e sociais relacionadas ao gênero para a construção de novos lugares na família e comunidadeCRAS Petrópolis
7 a 11/3
Semana da Mulher: envio de cards, quiz, link de videos sobre a temática do dia internacional das mulheresCRAS Santa Rosa
7 a 11/3
Acolhimento das mulheres que compareceram ao CRAS e atividade lúdica no domicílio dos idosos atendidos pelo PMCCRAS Graça Sabóia Morro das Pedras
7 a 11/3
Durante toda a semana ficará afixado no CRAS, em diversos pontos, perguntas reflexivas sobre a questão de gênero, bem como dados de violações contra as mulheres, formas de denuncia e relação de serviços de apoioCRAS Havaí Ventosa
7 a 11/3
Campanha: "Mulher: o nome dela" - Acolhida das mulheres que comparecerem ao CRAS, inclusive trabalhadoras, realizando diálogo sobre a data "8 de Março", confecção de cartazes, envio de cards e vídeos pelos grupos de WhatsApp proporcionando o diálogo sobre gênero, violência contra mulher e suas interseccionalidade e Direito das mulheresCRAS Independência
7 a 11/3 e
21 a 25/3
Semana reflexivaCRAS Novo Ouro Preto
7 a 11/3 e
21 a 25/3
Semana ReflexivaCRAS Novo Ouro Preto
7 a 11/3 e
21 a 25/3
Semana ReflexivaCRAS Novo Ouro Preto
7 a 11/3 e
21 a 25/3
Reflexão sobre a temática através de perguntas elaboradas (contato telefônico)CRAS São José
7 a 11/3 e
21 a 25/3
Indicação e reflexão | Filme sobre histórias de mulheresCRAS São José
7 a 11/3 e
21 a 25/3
Envio de card sobre as diversas conquistas de mulheres que se destacaram na política, educação, artes, invençõesCRAS São José
8/3
CLAS Ampliada Noroeste - A luta das mulheres pela proteção e a garantia de direitos"CRAS Regional Noroeste (Vila Califórnia, Vila Coqueiral, Pedreira Prado Lopes, Vila Sumaré, Vila Senhor dos Passos), 
DRAS Noroeste e CREAS Noroeste, 
8/3
Ação integrada nas unidades do SUAS para reflexão sobre o dia internacional da mulher: Promover diálogos e reflexões sobre a desigualdade de gênero; repasse de informações sobre os direitos das mulheres e sobre os serviços e ações de proteção social básica e especial para este público; estimular a autoestima e maior autonomia das mulheres e promover uma confraternizaçãoUnidades CRAS, CREAS e Coordenação de Proteção Social e Cidadania da Regional Norte
8/3
Entrega de cartão com mensagem de valorização da mulher e um informativo com serviços de apoio e defesa dos direitos da mulherCOORDENAÇÃO DE PROTEÇÃO SOCIAL E CIDADANIA - REGIONAL OESTE 
10/3
Ciclo de Debates sobre Violência Doméstica: o NUDEM e a PPVD - 1ª Companhia de Polícia Militar Independente de Prevenção à Violência DomésticaCoordenação PAEFI
10/3
Intervenção do PAIF nos grupos do SCFV adulto, proporcionando o diálogo sobre gênero, violência contra mulher e suas interseccionalidade e Direito das mulheresCRAS Independência
11 a 15/4
Entrega de kits temáticosCRAS Novo Ouro Preto
14/3
Oficina com Famílias "Nós, Mulheres"CRAS Santa Rosa
15/3
Oficina com Mulheres - proporcionando o diálogo sobre gênero, violência contra mulher e suas interseccionalidade e Direito das mulheresCRAS Independência
21/3
CLAS Mulheres e territórioCRAS Santa Rosa
23/3
CLAS Regional BarreiroUnidades CRAS e Coordenação de Proteção Social e Cidadania (CPSC)
24/3
Ações intersetoriais de combate à violência doméstica contra a mulher nos territórios da Pedreira Prado Lopes e Senhor dos PassosCRAS Pedreira Prado Lopes e CRAS Vila Senhor dos Passos
31/3
Oficina com famílias Grupo de Mulheres "Para Elas"CRAS Vila CEMIG

 

Programação Sempre Vivas

Todos os anos, o "Sempre Vivas", uma iniciativa da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, em parceria com coletivos, entidades e órgãos, marca o Dia Internacional da Mulher (8 de março) com atividades que dão visibilidade à luta das mulheres por direitos. A DIPM e o CMDM participaram ativamente da construção e plural do evento deste ano, que traz o tema "Mulheres e Política: por representatividade, justiça e respeito". 
 

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais realiza nos próximos dias 8 e 9 de março, o Sempre Vivas 2022, evento que já se consagrou como tradicional no calendário de debates do Dia Internacional da Mulher. Neste ano, será realizado um ciclo de debates com o tema central “Mulheres e Política: por representatividade, justiça e respeito”.

 

8 de março de 2022 (terça-feira)

9h - Abertura
10h - Painel 1: "Justiça e direitos: por que é tão difícil para as mulheres alcançá-los?"
12h - Encerramento

9 de março de 2022 (quarta-feira)

9h - Painel 2: "Violência e machismo institucional"
12h - Intervalo
14h - Painel 3: "Pandemia: consequências e desafios intensificados a enfrentar"
17h - Encerramento


Acesse a programação completa 

 

marca Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM)Espaço do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher

Neste dia 8 de março, Dia Internacional de Luta das Mulheres, saudamos as grandes mobilizações que ocorrerão em todos os territórios do planeta, cujo objetivo é o trabalho por mudanças que promovam relações de igualdade e equanimidade para todas as mulheres.
 

Os debates que evidenciam os direitos das mulheres se intensificam nos meses de março de cada ano e é nessa data que os reforçamos, bem como demonstramos veementemente nosso repúdio à todas as formas de violências contra as mulheres, sendo que entendemos essa mobilização como um movimento crescente, contínuo e fértil.
 

O movimento feminista é criativo e irreverente, com diversas expressões em cada contexto e momentos históricos. Nossa história é longa, viva e construída cotidianamente!
 

O Conselho dos Direitos da Mulher de Belo Horizonte é um órgão de Controle Social, pauta suas ações na discussão sobre promoção, proteção e violação dos direitos da mulher. Busca elaborar e implementar políticas públicas destinadas ao combate das violações, exclusões como também a promoção dos direitos. Em sua 10ª gestão, também se incorpora nas discussões coletivas e junta-se às vozes que proclamam:  Pela vida das mulheres e meninas, contra todas as formas de violências e exclusões, rumo a um Brasil sem machismo, xenofobia, racismo e transfobia. 
 

Em razão disso, por meio das suas 44 Conselheiras, entende que o dia 08 de Março é um marco, uma data que nos possibilita enumerar os nossos processos de lutas e conquistas, como é também de refletir, avaliar e criar estratégias que impeçam os retrocessos de direitos e de cidadania até então conquistados. Entendemos que a garantia de nossas conquistas nos faz pertencentes e reconhecidas e é por isso que reiteramos:  Nenhum Direito a Menos!

 

Conheça outras ações do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher.