Pular para o conteúdo principal

Mobilização Social

atualizado em 07/05/2019 | 18:22

O grupo de Teatro de Mobilização Social (MOBS), vinculado à Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania (SMASAC), presta um serviço público ao município, realizando atividades artísticas por meio de esquetes teatrais e intervenções artísticas. Atua nos equipamentos da prefeitura de Belo Horizonte, além de espaços públicos como ruas, praças e demais territórios que apresentem situações de vulnerabilidade e risco social e pessoal. O trabalho busca informar e estimular a participação da população em campanhas voltadas à proteção dos direitos de todos os cidadão.
 

As atividades do grupo são realizadas de forma lúdica, com humor e vocabulário acessível, o que facilita o entendimento e o diálogo com o público alvo. Desta forma, o MOBS, leva aos usuários e técnicos, informações e reflexões sobre as políticas públicas da SMASAC, formas de acesso aos serviços e benefícios sociassistenciais, bem como situações de combate às violações de direitos. Além de  prevenção e proteção, são apresentados conteúdos de forma estratégica possibilitando o fortalecimento dos núcleos familiares e comunitários.
 

Referência nacional na execução deste serviço, grupo também já participou de conferências no estado, além de fóruns e eventos nacionais. Em 2019, completa 25 anos em atividades e consta em sua trajetória mais de 2 500 apresentações e público estimado de 300 mil pessoas. A cada nova demanda, o grupo realiza pesquisas, visitas, escutando gestores, técnicos e usuários, para criar suas intervenções e levar a cena, de forma eficaz  o conteúdo dessa política.
 

O elenco atual é composto pelos atores, Andréa Rodrigues, André Maurício, Camilo Lélis, Fernanda Araújo e Janaina Starling. 

 

Contato:

Sede do Grupo – Casa dos Conselhos
Rua Estrela do Sul, 156 – Santa Tereza

3277 9009  - teatromobs@pbh.gov.br

 

 

Esquetes do repertório do grupo

- “CRIANÇAS NA PISTA”: aborda a temática da exploração do trabalho infanto-juvenil nas ruas e suas conseqüências prejudiciais ao desenvolvimento integral da criança e do adolescente;  Usando como exemplo o ciclo da pobreza, vivida por uma família de ambulantes. 

Ficha técnica: 
Direção Gladys Rodrigues 
Criação Teatro MOBS
Cenário e adereços: Ana Gastellois
Figurino: Adriana Gontijo.

 

-  “SUAS - NOSSO TEMPO EM CONSTRUÇÃO”: apresenta de forma lúdica e didática o Sistema Único da Assistência Social-SUAS. O esquete vem sendo apresentado em eventos de capacitação de trabalhadores, lideranças e usuários da Política de Assistência Social.  

Ficha técnica: 
Direção: Gladys Rodrigues
Criação: MOBS. 

 

- “NÓS, A FAMÌLIA”: aborda temas como casamento, desemprego, abuso sexual de crianças, gravidez na adolescência. O esquete é bastante requisitado em Fóruns, capacitação de educadores e Seminários cujo tema seja a Família e seus novos arranjos familiares. 

Ficha Técnica:
Direção: Glaydes Rodrigues
Criação: MOBS.

 

- “A PRÓXIMA PORTA”: inspirado no Estatuto do Idoso é composto por relatos de idosos e familiares em situação de vulnerabilidade social.

Ficha Técnica:
Criação e direção: MOBS.

 

- “CONVERSA BÁSICA”: destaca o trabalho da equipe de Proteção Social Básica, informando aos usuários, aos trabalhadores e as entidades parceiras sobre suas funções e serviços.

Ficha Técnica:
Criação e direção: MOBS.

 

- “O NOME DELA”: aborda alguns estereótipos da mulher contemporânea, como a ditadura da beleza e do corpo, a jornada tripla que grande parte das mulheres vive, promovendo uma reflexão sobre a situação da mulher na sociedade e qual seu verdadeiro papel. 

Ficha técnica:
Criação e Direção: MOBS
Texto – Camilo Lélis

 

- “UM LUGAR NO CORAÇÃO”: o objetivo é sensibilizar e estimular a população de Belo Horizonte a participar como voluntária do serviço “Família Acolhedora”.

Ficha Técnica:
Texto e Direção: Fernando Limoeiro.

 

- “PONTO DE ENCONTRO”: coloca em evidência os direitos do público usuário da Assistência Social, como Benefício de Prestação Continuada-BPC, Benefícios Eventuais e o Programa Bolsa Família.

Ficha Técnica
Criação e Direção: MOBS

 

- “OS COZINHEIROS”: apresentada em oficinas para cantineiras municipais, dentro das ações do “ Projeto Esquadrão da Alimentação”, aborda a importância de procedimentos de culinária saudável, boa convivência e utilização de equipamentos de proteção. 

Ficha Técnica:
Criação e Direção: MOBS
Texto: Janaina Starling.

 

-“ESQUADRÃO ALIMENTAÇÃO”: apresentada para crianças de escolas municipais, dentro do Projeto “Esquadrão da Alimentação”, visa estimular a adoção de uma  alimentação saudável e métodos de higiene.  

Ficha Técnica:
Criação e Direção: MOBS em parceria com a Subsecretaria de Segurança Alimentar e Nutricional.

 

-“A TABERNA”: Esquete que se passa na idade média, numa Taberna onde  as consequências para a saúde de uma má alimentação é mostrada de forma cômica e interativa. 

Ficha técnica:
Criação e Texto: Grupo Parangolé.
Adaptação e direção: MOBS.

 

-“O MEDO E A CORAGEM”: Baseado no  livro “O Medo e a Coragem”, da atriz Janaína Starling, a esquete é uma contação em versos, de forma lúdica, de uma criança que sofreu abuso sexual, mas conseguiu reagir e pedir ajuda. Visa chamar a atenção  para esse mal que assola o nosso país e estimular as crianças a pedirem ajuda aos amigos e parentes, bem como a usar o disque 100. Adequado à crianças de 6 a 8 anos. 

Ficha técnica:
Texto: Janaína Starling
Criação e direção: Andréa Rodrigues e Camilo Lélis.

 

-“A ALEGRIA E A TRISTEZA”: Baseado no livro “A alegria e a tristeza” , da atriz Janaína Starling, a esquete é uma contação da história de  um menino alegre e amado, que  um dia descobriu a tristeza e a exclusão que o bullying pode provocar nas crianças.. Para superar o trauma, só mesmo a amizade, o respeito e o amor das outras pessoas e dele para consigo mesmo. A esquete aborda o bullying com as crianças, de uma forma lúdica e poética. Faixa etária de 6 a 10 anos.

Ficha Técnica:
Texto: Janaina Starling
Criação e Direção: Fernanda Araújo e André Maurício.

  

Intervenções

Intervenções :

- “TEMPOS SOMBRIOS”: aborda os tempos atuais, o retrocessos e perdas de direitos ocorridos, ressaltando a importância de políticas públicas para as minorias.

 Ficha Técnica:
Criação e Direção – Teatro MOBS.

 

-“HOMENAGEM A ELAS”: esquete criada para denunciar o alto número de feminicídios e a postura julgadora da sociedade, culpando as vítimas pela violência que sofrem.  

Ficha Técnica:
Criação e Direção - MOBS.

 

- Visando atender a situações específicas, a equipe poderá produzir uma esquete ou contar com a intervenção dos “JORNALISTAS MALUCOS”. Esta esquete poderá abordar temas diversos, sendo adaptada à demanda que for apresentada a equipe.  

 

 

Ouça este conteúdo