Pular para o conteúdo principal

PERCURSOS AMBIENTAIS

Um homem em pé, numa área aberta, segurando um banner, dando explicações sobre Educação Ambiental a estudantes, ainda crianças.
Foto: Melissa Reis
atualizado em 29/11/2019 | 15:01

A SLU vai à escola para abordar temas como logística reversa, responsabilidade compartilhada e destinação ambientalmente adequada de resíduos por meio de seus técnicos do Departamento de Políticas Sociais e Mobilização (DPSM-SLU). O público-alvo é composto por crianças e adolescentes da rede municipal de educação de Belo Horizonte. O projeto intitulado Percursos Ambientais acontece uma vez por semana e contempla cerca de 80 alunos, por ação.

As atividades representam uma parceria firmada entre a SLU e a Secretaria Municipal de Educação (Smed), por meio do Projeto EcoEscola BH. Os trabalhos contam com o apoio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), uma vez que são realizados no Centro de Educação Ambiental (CEA) Centro-Sul, situado dentro do Parque Municipal Professor Amílcar Vianna Martins, no bairro Cruzeiro. Nos encontros promovidos, são utilizados recursos lúdicos, artísticos, jogos pedagógicos, observação e percepção ambiental, incluindo tecnologia com o uso de aplicativos.

Atualmente participam escolas municipais do ensino fundamental com o objetivo de cooperar para formar cidadãos ambientalmente educados, a partir da realização de atividades educativas processuais.

A principal mensagem deixada para crianças e jovens é que a limpeza da cidade e a preservação ambiental exigem a participação de todos, não apenas do poder público. Afinal, cada setor da sociedade tem sua parcela de responsabilidade.