Pular para o conteúdo principal

Orçamento Participativo

Obra de conclusão da Praça na Pedreira Prado Lopes
Foto: Arquivo/Urbel
atualizado em 06/12/2019 | 08:53

Nos 20 anos de existência em Belo Horizonte, o Orçamento Participativo (OP) vem desempenhando um papel fundamental na democratização das políticas públicas e na ampliação da participação popular, buscando a co-responsabilidade na gestão da cidade.
 

O Orçamento Participativo Vilas proporciona à comunidade de vilas, favelas e conjuntos habitacionais populares um espaço efetivo de exercício da cidadania. A população destes locais decide, por meio de votação, quais são as obras prioritárias a serem realizadas pela Prefeitura na sua comunidade.
 

De 1994 até dezembro de 2015 foram realizados investimentos de mais de R$ 430 milhões nas obras em vilas, com recursos aprovados no OP. Em geral, são obras de urbanização, tratamento de áreas de risco, moradia, lazer e saneamento.
 

Desde a implantação do OP, os moradores destas áreas mais carentes já conquistaram a aprovação de 469 empreendimentos nas assembleias públicas, sendo que 352 deles foram concluídos e 117 encontram-se em andamento.
 

Do total de obras em andamento, 16 estão sendo realizadas com recursos do governo federal, através do Programa Vila Viva.

 

Atualizado em 06/12/2019.