Pular para o conteúdo principal

Fachada do Centro de Saúde São Bernardo com alguns cidadãos na entrada.
Foto: Divulgação PBH

Centro de Saúde São Bernardo presta homenagem à usuária

05/12/2017 | 17:02 | atualizado em 06/12/2017 | 12:38

O auditório do Centro de Saúde São Bernardo foi entregue à população batizado com o nome Amélia Rocha de Melo, uma homenagem a uma importante moradora da região, muito atuante na comunidade local. Essa iniciativa atende a reivindicação dos usuários, Comissão Local de Saúde e servidores. O novo nome do espaço segue a Lei municipal Nº 10.836, de outubro de 2016.

 

A cerimônia de inauguração do novo nome do auditório, na última quinta-feira, foi marcada pela emoção. Dona Amélia faleceu em janeiro de 2012, e sua filha, Nilza da Amélia Rocha de Melo, foi a responsável pelo descerramento da placa. “Minha mãe, mesmo com muitas limitações físicas, era muito presente na comunidade e no Centro de Saúde. Ela fez grandes esforços para garantir assistência social e em saúde. Esta é uma bela homenagem e sei que ela está feliz”, afirma.

 

Maria Félix Ribeiro, de 71 anos, faz parte da Comissão Local de Saúde. Moradora há 40 anos do bairro São Bernardo, é uma das usuárias mais ativas e antigas do Centro de Saúde. Ela aprovou a renomeação do auditório. “Eu achei a homenagem justa, eu a conheci. Foi uma mulher lutadora, muito envolvida aqui no bairro, ajudava muitos os necessitados nas causas sociais pela comunidade carente.”

 

Durante a homenagem, parte da equipe esteve presente. A gerente falou em nome de todos e agradeceu a contribuição de dona Amélia. “As histórias que ouvimos sobre a dona Amelinha, como era carinhosamente chamada, reforça em nós o desejo de contribuir com uma sociedade mais justa, de fazer melhor; ela prezava por isso, é isso que fazemos todos os dias.”

 

“Aqui se constrói, são várias reuniões, é um espaço ainda mais vivo que vai gerar muitos frutos de melhorias para a população”, afirmou a antiga gerente da unidade, agora diretora da regional de saúde da Pampulha, Elisane Rodrigues. Ela credita ao espaço o status de um local frequente de tomada de decisões a favor da comunidade local de saúde.

 

Recém-reformado, amplo e sem cadeiras fixas, o auditório tem capacidade de atender até 100 pessoas sentadas. O espaço é utilizado para diversos fins, como eventos, reuniões, grupos operativos, Lian Gong, entre outros, mas principalmente para receber e estreitar os laços da população com a unidade de saúde.