Pular para o conteúdo principal

Mais de cem estudantes, acompanhados de malabaristas, em frente ao Teatro Francisco Nunes.
Foto: Adão de Souza/PBH

Belo Horizonte festeja suas conquistas como Cidade Educadora

01/12/2017 | 15:51 | atualizado em 01/12/2017 | 16:01

No dia 30 de novembro é comemorado o Dia Internacional das Cidades Educadoras.  A capital mineira é um dos 14 municípios brasileiros que detém esse título e, para celebrar a data, levou para as ruas uma série de atividades que consolidam o seu compromisso com os princípios da inclusão, da igualdade de oportunidades, da justiça social e da democracia participativa que regem as 491 Cidades Educadoras, localizadas em 37 países.  As atividades foram coordenadas pela Diretoria de Educação Integral da Secretaria Municipal de Educação e pela Diretoria de Relações Internacionais da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

 

Para a Diretora de Educação Integral, Arminda Oliveira, o momento demonstra que Belo Horizonte  aprimora a cada dia suas ações educativas.  “Há aspectos específicos que definem uma Cidade Educadora. Promover a circulação de estudantes pela cidade é um exemplo, e a Escola Integrada é hoje uma grande indutora dessa relação que os estudantes estabelecem com a cidade. Também as ações conjuntas com outros setores como a Saúde, com o Programa Saúde na Escola; a BHtrans, com o Programa Escola Segura e as ações de vida no trânsito; a parceria com a Polícia Militar e a Guarda Municipal e tantas outras relações intersetoriais,  voltadas não somente para o estudante, mas para o cidadão , são fatores  e conquistas que consolidam e fortalecem BH como Cidade Educadora, reconhecida internacionalmente.”, afirmou Arminda.

 

 

Programação que movimenta a cidade

A comemoração da data na capital mineira reuniu mais de 1.500 estudantes da Rede Municipal de 42 escolas, que participaram de um cortejo pelas ruas da cidade. A caminhada início em três pontos distintos da cidade: rua Sapucaí, Praça da Liberdade e Praça Afonso Arinos, contemplando escolas das nove regionais da cidade,  e culminou  no encontro de todos os participantes na porta do Teatro Francisco Nunes, no Parque Municipal Américo Renné Giannetti, no Centro da cidade.  O trajeto contou com o apoio da Polícia Militar e da BHTrans.  Além das apresentações musicais e de dança proporcionada pelos alunos, as escolas foram também certificadas pela participação no Programa Escolas Seguras.