Pular para o conteúdo principal

Operação Viagem Segura

Agente da Guarda Municipal de costas, dentro de um ônibus
Foto: Adão de Souza/PBH
atualizado em 19/11/2019 | 17:39

A Operação Viagem Segura foi lançada em janeiro de 2017, com o objetivo coibir os assaltos em coletivos, devido ao índice elevado de registros verificado nas avenidas Nossa Senhora do Carmo e Antônio Carlos. Ela ficou caracterizada pelo embarque de guardas municipais, sempre em duplas, nos ônibus que trafegam por esses dois corredores de trânsito.

 

Nela, os agentes agem preventivamente contra os roubos, bem como orientam os usuários a denunciarem a presença de pessoas em atitude suspeita nos coletivos. Viaturas da corporação complementam o serviço dos agentes, escoltando os ônibus durante o período em que os guardas permanecem nos veículos. Os bons resultados alcançados tornaram a Viagem Segura em uma operação permanente.

 

A Viagem Segura ganhou novo fôlego, a partir de março de 2018, com sua expansão para as estações de integração do Move, dando origem à etapa chamada de Estação Segura. As pioneiras foram as estações São Gabriel e Pampulha, com duas unidades de monitoramento da ordem pública onde os guardas atuam na organização do espaço, evitam a ação de vendedores clandestinos, agem para evitar a prática de roubos e furtos contra usuários do transporte público e até conseguem inibir a evasão de passageiros sem pagar passagem. A nova modalidade de policiamento, posteriormente, também foi implantada nas estações Venda Nova, Diamante, Vilarinho e Barreiro.