Pular para o conteúdo principal

Centro Integrado de Operações de Belo Horizonte

atualizado em 19/11/2019 | 13:26

Inaugurado em junho de 2014, o Centro Integrado de Operações de Belo Horizonte (COP-BH) é um espaço estratégico de tomada de decisões. Vinculado à Secretaria Municipal de Segurança e Prevenção, o COP-BH reúne 13 instituições públicas (sendo seis municipais, seis estaduais e uma federal) e uma da iniciativa privada, em sua Sala de Controle Integrado (SCI), onde os esforços são direcionados para fazer de Belo Horizonte uma cidade capaz de adaptar-se a mudanças, superar obstáculos e resistir à pressão de situações adversas.

 

Funcionando 24 horas por dia, nos sete dias da semana, o Centro de Operações busca proporcionar serviços públicos cada vez mais eficientes à população ao atuar no cotidiano da cidade, em grandes eventos, catástrofes e crises, fazendo a gestão integrada e inteligente de problemas públicos de segurança, fiscalização, mobilidade, serviços urbanos, defesa civil, emergências em saúde, dentre outros.

 

A visualização de mais de 1.800 câmeras, pertencentes à Guarda Civil Municipal, BHTRANS e Polícia Militar, possibilita ainda o monitoramento dos espaços públicos e o compartilhamento de informações importantes para garantir da fluidez do trânsito e da segurança da capital.

 

Instituições participantes

 

O trabalho integrado das instituições possibilita uma tomada de decisão mais rápida e acertada, permitindo gerenciar múltiplas situações complexas ao mesmo tempo, com uma significativa redução do tempo de resposta. Estão presentes no COP-BH representantes das seguintes instituições:

 

Estaduais

 

  • Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) com o BPTran e o Centro de Coordenação Operacional da PMMG
  • Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG)
  • Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG)
  • Companhia de Gás de Minas Gerais (GASMIG)
  • Companhia de Saneamento de Minas Gerais (COPASA)
  • Companhia Energética de Minas Gerais (CEMIG)

 

Municipais

 

  • Empresa de Transportes e Trânsito (BHTRANS)
  • Guarda Civil Municipal de Belo Horizonte (GCMBH)
  • Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil (SUPDC)
  • Subsecretaria de Fiscalização (SUFIS)
  • Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU
  • Superintendência de Limpeza Urbana (SLU)

 

Federal

  • Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU);
     

Privada

  • Brazilian Traffic Network (BTN).

Eventualmente, há também a presença de representantes das Forças Armadas, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Agência Nacional do Petróleo (ANP), Departamento de Estradas de Rodagem (DER/ MG), Defesa Civil Estadual, Batalhão da Polícia Militar Rodoviária (PMrv), Empresa Municipal de Turismo de Belo Horizonte (Belotur) e Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros Metropolitano (Sintram).