Pular para o conteúdo principal

Cerol Mata

Logo da Campanha "Cerol Mata"
atualizado em 19/11/2019 | 16:25

A Campanha Cerol Mata! foi lançada em julho de 2017, para combater o uso do cerol e da linha chilena ao empinar papagaios na capital.  Os acidentes graves, tendo como vítimas, sobretudo, motociclistas, provocados pelas linhas cortantes, foi o que motivou a iniciativa. Desde então, a Secretaria Municipal de Segurança e Prevenção (SMSP), por meio da Guarda Civil Municipal, deu início a uma série de ações educativas para conscientizar a população de que empinar papagaios com cerol ou linha chilena é crime. Foram apreendidas pela Guarda Civil Municipal, durante blitzen educativas da Patrulha Escolar, mais de 2 mil latas envoltas em linhas cortantes, somente no período de 9 de julho a 22 de agosto daquele ano.


Palestras e oficinas educativas continuam sendo realizadas todos os anos, sobretudo no período de julho a agosto, e fazem  parte das intervenções realizadas pela campanha em escolas da rede municipal, praças e parques, com a distribuição de peças gráficas e informes publicitários. A Defesa Civil de Belo Horizonte, a BHTrans e as secretarias municipais de Política Urbana, Saúde e Educação são parceiras da SMSP nestas ações.


A edição de 2019 da Campanha Cerol Mata! foi marcada pela adesão das guardas municipais de outras sete cidades da Região Metropolitana à luta contra as linhas cortantes. Os agentes das guardas municipais de Ribeirão das Neves, Sabará, Nova Lima, Pedro Leopoldo, Contagem, Santa Luzia e Betim aceitaram o convite para partir das ações, somando esforços, sobretudo em vias que fazem limite com a capital.