Pular para o conteúdo principal

Ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, o procurador-geral de Justiça Antônio Sérgio Tonet e o prefeito Alexandre Kalil
Foto: Rodrigo Clemente

Ministra Cármen Lúcia visita gabinete do prefeito no COP

24/01/2020 | 14:23 | atualizado em 26/01/2020 | 19:50

A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia Antunes Rocha, e o procurador-geral de Justiça Antônio Sérgio Tonet se reuniram na manhã desta sexta-feira, dia 24, com o prefeito Alexandre Kalil para conhecer o trabalho da força-tarefa montada pela Prefeitura em razão das fortes chuvas que atingem a capital desde quinta-feira. 

 

O encontro foi realizado no Centro Integrado de Operações de Belo Horizonte (COP-BH), para onde o prefeito Alexandre Kalil transferiu seu gabinete para acompanhar a evolução climática da capital e agilizar a tomada de decisões. 

 

Após a reunião, a ministra Cármen Lúcia afirmou que fez questão de ir ao local para se “solidarizar” com a administração e as equipes que estão de prontidão para atuar em cada necessidade. Para ela, é importante que os mineiros e belorizontinos tenham a segurança de que seus direitos serão “devidamente preservados”.

 

“Vim muito para me solidarizar e saber no que nós, cidadãos, nessa condição, podemos fazer também para evitar que outras situações como essas de risco e causadas por chuvas, em grande parte, e a situação de obras públicas, não se repita, e os vulneráveis não fiquem em desvalia nessas horas”, afirmou a ministra.

 

Já o procurador-geral Antônio Tonet contou que está acompanhando a evolução das chuvas em todo o estado – até por ser um órgão fiscalizador do poder público – e nesta sexta-feira quis saber da Prefeitura como está a assistência aos atingidos em Belo Horizonte e o trabalho de prevenção contra deslizamentos e inundações.

 

“ A Prefeitura, segundo me narrou inclusive a Defesa Civil, tem tomado esse cuidado. Então nós estamos acompanhando e também solidários a toda a população”, disse o procurador. 

 

 


Últimas Notícias

Imagens da região da Comunidade Dandara durantes a urbanização PBH leva urbanização e melhorias na qualidade de vida à Comunidade Dandara

A Comunidade Dandara possui hoje cerca de 1,35 mil famílias morando nas mais de 20 ruas transversais.

12/08/2020 | 16:43
Imagens aérea do centro de Belo Horizonte PBH cria Comitê de Acompanhamento da Implementação da Lei Aldir Blanc

O comitê é composto por 23 integrantes, sendo 11 do executivo municipal e 11 da sociedade civil, além de um representante técnico da UFMG.

12/08/2020 | 16:43