Pular para o conteúdo principal

Voluntariado Internacional

PROGRAMA MUNICIPAL VOLUNTARIADO INTERNACIONAL
Arte PBH
criado em 28/06/2021 - atualizado em 01/02/2022 | 17:02

APRESENTAÇÃO

Instituído pelo Decreto nº 15.319 de 03 de setembro de 2013, o Programa Municipal de Voluntariado Internacional – PMVI, da Prefeitura de Belo Horizonte, tem por objetivo proporcionar a estrangeiros e estudantes brasileiros de Relações Internacionais a oportunidade de conhecer as políticas públicas desenvolvidas pelo Município de Belo Horizonte, mediante a prestação de serviços voluntários, por meio dos quais poderão intercambiar experiências e contribuir para o processo de internacionalização do Município. As atividades desenvolvidas poderão ter cunho assistencial, científico, cívico, cultural, educacional, recreativo, esportivo ou tecnológico.

Organizado pela Diretoria de Relações Internacionais - DIRI, desde de sua implementação o programa já recebeu mais de 170 voluntários de 28 países diferentes, trazendo para dentro do convívio cotidiano da PBH pessoas com vivências diversas, que contribuem com uma visão diferenciada a respeito das políticas públicas municipais. A presença de voluntários internacionais nos órgãos da administração municipal constrói pontes, estabelece vínculos culturais e promove intercâmbios de conhecimentos e boas práticas, auxiliando e potencializando a projeção internacional de Belo Horizonte.  As novas perspectivas que esse “olhar estrangeiro” traz por meio da atuação do voluntário internacional têm fortalecido o espaço de diálogo, das trocas de conhecimentos e de experiências e o aprimoramento das análises dos impactos das ações promovidas pela PBH tanto em termos de cooperação internacional quanto em relação ao estímulo da cooperação interinstitucional.

Nesse sentido, ao longo dos anos o Programa se tornou uma importante ferramenta de promoção internacional do município, ao possibilitar o intercâmbio de conhecimento entre voluntário e servidor. As atividades exercidas por voluntários estrangeiros contribuem na elaboração e implementação das políticas públicas municipais, nos diversos órgãos em que estão inseridos, ao trazer uma visão nova e diferenciada, promovendo inovação e pluralidade de soluções. Ademais, uma vez finalizado o voluntariado, os participantes tornam-se “embaixadores” de Belo Horizonte em seus países de origem, ajudando a projetar internacionalmente o município.

 

PARCERIAS E ABRANGÊNCIA DO PROGRAMA

                Por meio da criação de networking com Instituições de Ensino Superior, nacionais e internacionais, o Programa tem conseguido ampliar o nível de cooperação com a Administração Pública Municipal ao tornar mais visíveis os programas e projetos executados pelo Município, que contribuem para o desenvolvimento local e territorial. A formação de parcerias entre o Município, organizações do setor privado e da sociedade civil, nacionais e internacionais, também tem contribuído para o fortalecimento da imagem da cidade de Belo Horizonte como um destino para atividades acadêmicas, culturais, turísticas e de negócios.

No âmbito do programa, são desenvolvidas importantes parcerias com diversas instituições de diferentes finalidades: academia, organismos internacionais, ONGs, governos locais estrangeiros, etc. Dentre os principais parceiros encontram-se instituições como a Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais – PUC Minas, o Emploi Formation Wallonie – FOREM, o Governos Locais pela Sustentabilidade – ICLEI, o Rotary Club e a Universidade de Pádua.

Esses parceiros são as principais fontes de candidatos ao Programa de Voluntariado, já que têm tradição de receber estudantes intercambistas, como no caso das universidades, ou de apoiar, por meio de programas e incentivos, o trabalho voluntário no Brasil, como no caso do ICLEI, do FOREM e do Rotary. Com seu apoio, o PMVI já recebeu mais de 170 voluntários de 28 países diferentes de todos os continentes do mundo, com destaque para a região das Américas, especialmente Argentina, Colômbia e os Estados Unidos, que, individualmente, já forneceram mais de 20 voluntários ao programa.

Uma vez inseridos, os voluntários são direcionados aos diversos órgãos da PBH, sempre em concordância com sua área de formação. Ao longo dos anos, a Belotur, a Secretaria de Educação e a Secretaria Municipal de Cultura foram os órgãos da administração municipal que mais acolheram voluntários internacionais.

 

ATUALIZAÇÃO DO PROGRAMA E EDIÇÃO DE 2021

O PMVI foi atualizado pelo Decreto nº 17.244, de 17 de dezembro de 2019, quando passou a contemplar a possibilidade de contar com voluntários brasileiros ligados à área de Relações Internacionais. No ano passado, a Diretoria de Relações Internacionais contou com a participação de 9 voluntários brasileiros, desta forma inaugurando essa nova fase do programa.

Neste ano de 2021, dada a atual conjuntura de pandemia, abrimos vagas para o programa tendo em vista especialmente a captação de voluntários brasileiros, estudantes e/ou profissionais da área de Relações Internacionais, que atuarão em regime remoto de acordo com o previsto pela legislação municipal. Dada a interdisciplinaridade e a transversalidade das Relações Internacionais, esses voluntários são plenamente capazes de atuar nos mais diversos órgãos da PBH, contribuindo com visão e expertise específicas da área internacional.

A 19ª Edição do PMVI foi aberta recentemente, no último mês de abril. A DIRI, inclusive, já recebeu várias manifestações de interesse de potenciais candidatos para diversas áreas de atuação na PBH. Para a inserção desses voluntários, é necessário que os órgãos interessados em os receber se manifestem por escrito, via e-mail ou ofício, indicando o número de vagas abertas. Ademais, uma vez identificados os voluntários e os setores de atuação, devem ser preenchidos e assinados dois documentos que formalizam o vínculo entre a PBH e o candidato: o Termo de Adesão e o Plano de Trabalho. Uma vez devidamente preenchidos, os documentos devem ser reencaminhados para a Diretoria de Relações Internacionais, que dará prosseguimento aos processos e fará os demais encaminhamentos.