Pular para o conteúdo principal

Informativo sobre o Cornavírus em Belo Horizonte
Foto: Arte PBH

PBH inicia serviço de cuidados para pessoas em situação de rua no Sesc

07/04/2020 | 18:07 | atualizado em 14/04/2020 | 17:06

A Prefeitura de Belo Horizonte iniciou, nesta segunda-feira, dia 6, um novo serviço de acolhimento provisório e emergencial para pessoas em situação de rua e outras vulnerabilidades sociais com suspeita ou confirmação de contaminação pelo Coronavírus. Oferecido nas instalações do Sesc Venda Nova, é um reforço às ações municipais de proteção, prevenção e combate à pandemia da Covid-19.

Coordenado pela Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania e pela Secretaria Municipal de Saúde, o serviço tem capacidade de atendimento de até 300 pessoas por dia e seguirá os protocolos assistenciais de saúde. O recurso investido é de R$ 3 milhões.

O serviço será executado pela Prefeitura em parceria com o Instituto de Promoção Social e Humana Darcy Ribeiro para garantir proteção social integral, inclusive refeições, além de uma rotina de cuidados, monitoramento da condição de saúde e trabalho social necessário.

O Sesc, parceiro essencial da iniciativa, oferecerá 260 Unidades Habitacionais (chalés), enxoval (roupa de cama e banho),  serviços de lavanderia e itens de higiene diários e individuais (sabonete, shampoo e condicionador).

As pessoas em situação de rua e outras vulnerabilidades sociais que apresentarem sintomas da Covid-19 serão encaminhadas imediatamente à Unidade Básica de Saúde ou à Unidade de Pronto Atendimento mais próxima. A equipe de saúde fará o primeiro atendimento e, se necessário o isolamento social domiciliar, encaminhará o paciente, via transporte em saúde, para o acolhimento provisório e emergencial na Unidade do Sesc.

Portanto, o acesso ao serviço será realizado apenas após o atendimento e encaminhamento pelas equipes de saúde, mediante a notificação de suspeita para a Covid-19, conforme protocolo estabelecido entre as áreas.