Pular para o conteúdo principal

Plantação agroecológica de alface crespa, durante o dia.
Foto: Stênio Lima/PBH

Inscrições para o curso de Agroecologia estão abertas até o dia 30/8

21/08/2019 | 19:45 | atualizado em 22/08/2019 | 10:41

As inscrições para o curso de Agroecologia, oferecido pela Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania, estão abertas até o dia 30 de agosto. As aulas são gratuitas e terão início no dia 15 de setembro. São ofertadas 150 vagas para o curso, que integra o programa “Valorizar a Gastronomia Mineira e Belo-Horizontina articulada às Bases Agroecológicas”, desenvolvido pela Prefeitura.

 

Ministrado no Centro de Referência em Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável - Mercado Popular da Lagoinha, o curso tem como objetivo promover e fortalecer a produção e o consumo de produtos da agroecologia e colaborar com a formação de agentes agroecológicos.

 

Do total de vagas, 35% serão destinadas à ampla concorrência; 25% a produtores e produtoras de Sistemas Agroecológicos atendidos pela Subsecretaria de Segurança Alimentar e Nutricional, agricultores/as de Belo Horizonte e Região Metropolitana integrantes do Sistema Participativo de Garantia; 15% a servidores e servidoras públicos; 15% a profissionais da educação; e 10% a organizações, fóruns e coletivos da sociedade civil atuantes no tema da agroecologia.

 

Ao todo, o curso possui 13 módulos e os encontros ocorrem às quartas-feiras, das 13h30 às 17h30, e às quintas-feiras, das 8h30 às 12h30. Para se inscrever os interessados devem preencher o formulário online até o dia 30 de agosto.

 

 

O Programa

O programa Valorizar a Gastronomia Mineira e Belo-Horizontina articulada às Bases Agroecológicas possui quatro opções de curso, também conhecidos como “trilhas”. Além da agroecologia, são ofertados cursos de panificação, gastronomia mineira e belo-horizontina e confeitaria. Apenas a trilha agroecologia é aberta ao público em geral. As outras opções de curso são destinadas a pessoas em situação de vulnerabilidade social, encaminhadas pelos Centros de Referência de Assistência Social, Centro de Referência LGBT e escolas municipais.


Últimas Notícias

Novembro preto: BH sem racismo Novembro Preto marca a luta pela igualdade racial em Belo Horizonte

A programação do evento inclui debates, formações e atividades de lazer.

19/11/2019 | 18:01
Sete pacientes, deitados em colchões, fazem exercícios com a coluna, deitados, acompanhados por três instrutores, em sala, durante o dia. Parceria entre PBH e UFMG cria projeto que traz alívio a portador de dor lombar

Portadores de dor lombar crônica são capacitados para a prevenção do problema no grupo Cuidados com a Coluna.

19/11/2019 | 16:13