Pular para o conteúdo principal

Relações entre corpo, memória e performance estão no próximo Bolsa Pampulha
Foto: Divulgação/PBH

Relações entre corpo, memória e performance estão no próximo Bolsa Pampulha

criado em 20/06/2022 - atualizado em 20/06/2022 | 17:17

A Prefeitura de Belo Horizonte, em parceria com o Viaduto das Artes, promove mais uma edição do “Diálogos MAP”. Desta vez, a convidada é a professora, poeta, dramaturga e ensaísta Leda Maria Martins. Entre outras especialidades, Leda é referência em reflexões sobre corpo, memória e performance, temas que irão ocupar as discussões durante a palestra, que é aberta ao público e tem entrada gratuita. O encontro, realizado pela Secretaria Municipal de Cultura e a Fundação Municipal de Cultura, ocorre no dia 28 de junho, às 19h, no Museu da Moda (MUMO), que fica na Rua da Bahia, 1149, Centro. 

O “Diálogos MAP” consiste em uma programação de atividades presenciais e abertas ao público que integram a 8ª edição do Bolsa Pampulha, iniciativa do Museu de Arte da Pampulha (MAP). Ao longo do programa de residências artísticas, várias palestras, mesas redondas e encontros com artistas e pesquisadores estão sendo realizadas, de forma a incentivar e instigar a produção artística local.

Leda Maria Martins irá abordar questões desenvolvidas em seu mais recente livro, intitulado “Performances do tempo espiralar, poéticas do corpo-tela”, publicado pela editora Cobogó. A obra trata das interrelações entre corpo, memória, tempo, performance e produção de saberes. A professora defende que a experiência e a compreensão filosófica do tempo podem ser expressas através da linguagem constituída pelo corpo em performance, das liturgias do reinado ao teatro e às artes cênicas.