Pular para o conteúdo principal

Centro de Testagem de Covid-19 da Prefeitura de Belo Horizonte
Foto: Divulgação/ SMSA

Prefeitura de Belo Horizonte monitora situação da Covid-19 na capital

criado em 10/11/2022 - atualizado em 10/11/2022 | 18:19

A Prefeitura de Belo Horizonte monitora sistematicamente os indicadores relacionados à pandemia por Covid-19, com vistas à implementação mais oportuna das medidas cientificamente indicadas e adequadas à realidade local e ao cenário epidemiológico.

 

Conforme amplamente divulgado pela imprensa, em vários estados da federação, tem-se observado recentemente o aumento da intensidade de transmissão da Covid-19, atribuído, a princípio, à circulação de duas novas variantes do vírus Sars-Cov-2 e que também provocaram picos de transmissão em países da Europa, no Japão e nos Estados Unidos.

 

Em Belo Horizonte, até o momento, a Secretaria Municipal de Saúde detectou um aumento na proporção de testes positivos, que passou de 3% para cerca de 6% em um intervalo de duas semanas, quando considerado o universo de testes realizados na rede pública. Este aumento, no entanto, não acarretou em elevação na demanda por internações hospitalares, leitos de UTI e no coeficiente de mortalidade por Covid-19 e, até o momento, a incidência de casos acumulados nos últimos 14 dias, continua abaixo de 20 por 100 mil habitantes.

 

Diante dessa situação, a Secretaria Municipal de Saúde reitera a importância fundamental da vacinação contra a Covid-19, incluindo a aplicação das doses de reforço previstas para os grupos e faixas etárias elegíveis já convocados. Cabe destacar, neste momento, um contingente importante de pessoas com 40 anos e mais que não procuraram os postos de vacinação para a segunda dose de reforço (atualmente com cobertura vacinal de apenas 37,2% para esta dose) e as crianças de 3 a 4 anos de idade, em que somente 23,4% receberem a primeira dose da vacina. Vale reforçar que para a convocação das pessoas abaixo de 40 anos é necessária a determinação do Ministério da Saúde e o envio de novas remessas de vacinas.   

 

Outro aspecto fundamental para controle da pandemia é a testagem laboratorial, especialmente para as pessoas com sintomas compatíveis com a Covid-19 (dor de garganta, tosse, coriza, febre). A PBH continua oferecendo a testagem em vários pontos da cidade, com agendamento on-line. A marcação ocorre em no máximo 24 horas após a solicitação, com resultado liberado imediatamente após a coleta do material. Importante ressaltar que esta ação de testagem dos casos suspeitos é que permite quantificar a magnitude da transmissão e a identificação da circulação de novas variantes do vírus na cidade.

 

Cabe destacar ainda que outras medidas de prevenção, como o isolamento para as pessoas com suspeita de contaminação, a adoção rigorosa da etiqueta respiratória para minimizar a transmissão e a higienização das mãos, associadas às situações em que o uso de máscaras, são recomendadas.

 

A PBH reitera o compromisso permanente do monitoramento sistemático dos indicadores epidemiológicos e assistenciais para a adoção das medidas de controle indicadas, caso ocorram mudanças que justifiquem sua implementação de forma mais oportuna possível, inclusive a alteração da periodicidade do Boletim Epidemiológico com as informações sobre a Covid-19.