Pular para o conteúdo principal

Prefeitura de Belo Horizonte seleciona projetos artístico-culturais para uso dos teatros públicos da cidade
Foto: Ricardo Laf/PBH

PBH seleciona projetos artístico-culturais para os teatros públicos da cidade

criado em 14/06/2022 - atualizado em 20/06/2022 | 13:05

A Secretaria Municipal de Cultura e a Fundação Municipal de Cultura abriram inscrições para a seleção de projetos artístico-culturais para uso, entre os meses de março a julho de 2023, dos três teatros públicos municipais: Teatro Francisco Nunes, Teatro Marília e Espaço Cênico Yoshifumi Yagi/Teatro Raul Belém Machado. Podem ser inscritas propostas nas categorias artes cênicas, música e outras linguagens artísticas, e nos segmentos apresentação artística, mostra, festival, congresso, seminário e simpósio. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas a partir desta quarta-feira (15) até 29 de julho, no Mapa Cultural BH.

O edital completo e o link para inscrições estão disponíveis no Portal da Prefeitura de Belo Horizonte.

A seleção dos projetos artísticos que ocuparão os teatros públicos da cidade ocorrerão de forma intermitente, a cada seis meses, após a abertura de uma nova janela para inscrições. A iniciativa é uma importante ferramenta na política de acesso, diversidade e democratização na composição da agenda dos teatros públicos municipais.

Podem participar proponentes de todo território nacional, nas modalidades pessoa física, microempreendedor individual, pessoa jurídica e coletivo de artistas de pessoas físicas. As propostas selecionadas no próximo mês irão compor a programação dos teatros públicos de março a julho de 2023 observando o horário de funcionamento de cada um dos teatros, bem como a ocupação por meio de projetos da Fundação Municipal de Cultura.

As propostas recebidas serão avaliadas por uma Comissão de Avaliação e Classificação composta por seis membros da administração pública municipal, estadual ou federal, designados pela Fundação Municipal de Cultura. Entre os critérios de avaliação, estão a consistência e objetividade da proposta, sua relevância conceitual e temática e a qualificação da equipe técnica.