Pular para o conteúdo principal

Prefeito Fuad Noman recebendo a visita na PBH
Foto: Ricardo Laf

PBH recebe a visita do ator Pascoal da Conceição interpretando Mário de Andrade

criado em 28/10/2022 - atualizado em 28/10/2022 | 14:22

O ator Pascoal da Conceição, que interpreta o escritor Mário de Andrade, visitou nessa quinta-feira (27), a Prefeitura de Belo Horizonte, caracterizado com o personagem. Além de expoente do modernismo brasileiro, Mário de Andrade é considerado o primeiro Secretário Municipal de Cultura do Brasil por ter participado da criação e dirigido o Departamento de Cultura da cidade de São Paulo, em 1935, na gestão de Fábio Prado.

 

A visita teve iniciou na sede da Secretaria Municipal de Cultura onde o artista foi recebido pela secretária Municipal de Cultura, Eliane Parreiras, pela presidente da Fundação Municipal de Cultura, Luciana Féres, e pelo Secretário Municipal Adjunto de Cultura, Gabriel Portela. O encontro também contou com a presença de chefes de gabinete, assessores e membros das equipes da Secretaria e Fundação. Já na chegada declamou textos e poemas de Mário de Andrade e conversou sobre a importância do escritor para a história da Cultura no país.

 

"Eu não vos convido à ilusão! Nem vos convido muito menos à conformista esperança, pois que fui o primeiro a vos substituir o vinho alegre desta cerimônia pela água salgada da realidade. Eu não vos convido sequer à felicidade, pois que da experiência que dela tenho, a felicidade individual me parece mesquinha, desumana, muito inútil. Eu vos quero alterados por um tropical amor do mundo, porque eu vos trago o convite da luta. - Mário de Andrade", declamou o artista.

 

Em seguida, eles caminharam a pé até as esculturas de Carlos Drummond de Andrade e Pedro Nava, para marcar o aniversário de 120 anos do poeta – comemorado em 31 de outubro -, e seguiram para a sede da Prefeitura, na rua Goiás, onde o ator teve um encontro com o prefeito Fuad Noman. Ele, que também é escritor, agradeceu a visita e os dois conversaram sobre como a literatura pode fazer rir, chorar ou despertar diferentes sentimentos no leitor. “É a riqueza do livro, porque cada um lê aquela história de um jeito diferente. Lê com a sua experiência, com seu conhecimento, com a sua vivência. E o leitor se emociona porque se vê de alguma forma na situação”, destacou o prefeito.

 

A secretária Municipal de Cultura, Eliane Parreiras, destacou o simbolismo do encontro e a contribuição de Mário de Andrade para o destaque da Cultura dentro das políticas públicas nos municípios. “É muito simbólico do ponto de vista artístico, pela ligação de Mário de Andrade com a Cidade de Belo Horizonte, as visitas que Mário fez e que falava como influenciavam no seu trabalho. Mas para além do valor artístico, é simbólico também na dimensão da gestão, pela visão de Mário de Andrade da política pública da cultura como essencial para uma melhor qualidade de vida, para promover um desenvolvimento das cidades”, afirma a secretária.

 

A presidente da Fundação Municipal de Cultura, Luciana Féres, destacou a alegria em receber o artista. “É uma felicidade receber o ator nessa representação de Mário de Andrade, uma personalidade tão importante para a cultura do Brasil. Mário de Andrade foi o primeiro secretário municipal de cultura, em São Paulo, e devemos a ele essa estruturação da cultura e sua valorização no país”.

 

Ao longo da visita, o ator relembrou a importância de Minas Gerais na trajetória de Mário de Andrade, que fazia visitas constantes a Belo Horizonte, onde conheceu outros expoentes do Modernismo brasileiro como Carlos Drummond de Andrade e Pedro Nava. “Visitar Belo Horizonte é visitar esse ponto de vista da cultura, a garantia da nossa humanidade, valores como liberdade, justiça, igualdade são trazidos pela Cultura. Trabalhar com a Cultura é estar ao lado da dignidade humana e trazer Mário de Andrade e seus poemas é trazer essa grandeza humana”. No encontro, o artista declamou trechos do poema Noturno de Belo Horizonte, feito por Mário de Andrade para a capital mineira: “Maravilha de milhares de brilhos vidrilhos, / Calma do noturno de Belo Horizonte... / O silêncio fresco desfolha das árvores / E orvalha o jardim só”.

 

No dia 1º de novembro, Pascoal da Conceição apresenta o espetáculo “Mário de Andrade Desce aos Infernos”, no Palácio das Artes. O evento faz parte das comemorações dos 120 de anos de Carlos Drummond de Andrade e integra as ações do programa “O Modernismo em Minas Gerais”. Na apresentação, Pascoal atua como uma espécie de mestre de cerimônia que apresenta várias Facetas de Mário de Andrade a partir de trechos gravados do espetáculo “Mário de Andrade Desce aos Infernos”, registrado em 2021, no Teatro Oficina.