Pular para o conteúdo principal

Foto: Reunião on-line
Foto: Divulgação/PBH

PBH capacita trabalhadores para atendimento de idosos e pessoas com deficiência

criado em 29/03/2021 - atualizado em 29/03/2021 | 16:05

A Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania promove até esta quarta-feira, dia 31, a oficina: “Os desafios da Proteção e do Cuidado no Domicílio para Pessoas com Deficiência e Idosas no contexto da pandemia pela Covid-19”. A qualificação é voltada para os profissionais da assistência social e da saúde inseridos nos serviços, programas e projetos de proteção social básica desenvolvidos no domicílio das famílias que estão em acompanhamento socioassistencial.

 

Realizadas de forma on-line, a atividade tem como objetivo promover espaço para o debate a respeito da proteção e o cuidado no domicílio, considerando o cenário atual da pandemia, além de fomentar o diálogo sobre as estratégias de intervenção desenvolvidas nos Programas Maior Cuidado e Mala de Recursos Lúdicos. Serão contemplados na qualificação, profissionais das nove regionais do município. 

 

João Victor Júnior Claudino da Silva, cuidador do programa “Maior Cuidado”, vinculado ao CRAS Mantiqueira, destaca como o compartilhamento de experiências e informações são fundamentais para a qualificação do serviço no município. “Essa troca de conhecimento que nós tivemos foi enriquecedora. Vejo que é muito válida a contribuição de todos. Pra mim, especialmente, o relato de outros profissionais reforça ainda mais o quão importante é o nosso trabalho”, ressalta. 

 

A oficina compõe a estratégia de gestão do Governo e reúne cerca de 340 profissionais, que atuam como cuidadores de idosos, supervisores, educadores sociais, técnicos de referência do Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF) e Serviço de Proteção Social Básica no Domicílio para Pessoas com Deficiência e Idosas (SPSPD),  coordenadores de CRAS e de Proteção Social e  Cidadania e dos Programas, profissionais de saúde e referências técnicas da Gerência de Assistência Epidemiológica e Regulação (GAERE). 

 

Para o subsecretário de Assistência Social, José Crus, o trabalho contínuo de qualificação dos profissionais do SUAS/BH demonstra o compromisso da gestão no processo de aprimoramento das ofertas públicas destinadas à população mais vulnerável e que vivenciam violações de direitos na cidade.  

 

Possibilitar reflexões e trocas de experiências são essenciais para os profissionais que lidam, no seu cotidiano, com situações complexas. Este contexto de pandemia requer dos trabalhadores o aprimoramento e o desenvolvimento de novas tecnologias assistivas de convivência”, destaca.


 
Maior Cuidado
Conheça o programa 
 
Mala de Recursos Lúdicos
Conheça o programa