Pular para o conteúdo principal

Fachada do Teatro Marília durante o dia.
Foto: Isabel Baldoni/PBH

Ocupação de teatros públicos municipais foi debatida dia 29

31/01/2018 | 13:56 | atualizado em 09/02/2018 | 16:10

A Secretaria Municipal de Cultura e a Fundação Municipal de Cultura (SMC/FMC) promoveram reunião pública na segunda-feira, dia 29 de janeiro, no Teatro Marília, para discutir ocupação dos teatros públicos municipais.

 

A ação, que contou com a presença do presidente da Fundação Municipal de Cultura Romulo Avelar, foi conduzida pela Diretoria de Promoção das Artes. Participaram agentes da cidade, como artistas, estudantes e produtores de todas as linguagens artísticas. Eles tiveram a oportunidade de discutir com representantes do poder público o Edital de Ocupação para os três equipamentos, Teatro Francisco Nunes, Teatro Marília e Teatro Raul Belém Machado.  O edital está previsto para ser lançado na primeira quinzena de março.

 

Segundo a diretora de Promoção das Artes, Aline Vila Real, a participação da sociedade civil nessa construção é de extrema importância. “A intenção é lançar um olhar para as formas de ocupação atuais, analisando tanto as experiências da sociedade – públicos, artistas e produtores -, quanto dos gestores desses espaços e abrir um diálogo para novas perspectivas”, ressalta.

 

O encontro alinha-se com as diretrizes da SMC/FMC voltadas a construir políticas públicas junto com a cidade e discutir suas ações e atividades de forma horizontalizada, participativa e democrática.

 

Outros encontros, nesse sentido, já ocorreram como a série Diálogos Culturais, onde o secretário Municipal de Cultura, Juca Ferreira, conversou com todas as áreas artísticas da cidade; a Caravana Cultural, que percorreu equipamentos públicos em todas as regionais para apresentar o Edital da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, as eleições e a importância da representatividade para Câmara de Fomento e o Conselho Municipal de Cultura; Encontro para discutir o Festival Internacional de Teatro Palco & Rua (FIT BH); e reuniões públicas como a de apresentação do Edital de Arte Urbana.