Pular para o conteúdo principal

Pessoas sendo conscientizadas sobre o atropelamento de animais
Foto: Rizzia Botelho

Atividades encerram campanha contra atropelamento de animais silvestres

criado em 11/11/2022 - atualizado em 11/11/2022 | 18:52

O Zoológico de Belo Horizonte terá neste domingo (13) o Dia Nacional do Urubuzar. A data marca o encerramento da Campanha “Ajudar é o Bicho!”, realizada este ano pelo Zoo e outras instituições de todo o Brasil. O objetivo é conscientizar a população sobre a importância da responsabilidade no trânsito e como isso afeta as populações de animais silvestres e o equilíbrio do ecossistema, devido ao número de animais mortos nas estradas.

 

A instituição participa promovendo debates e ações educativas que mostram a importância de uma direção responsável e o quanto as mortes dos animais impactam na fauna brasileira. Segundo estimativas do Centro Brasileiro de Ecologia de Estradas (CBEE) da Universidade Federal de Lavras, todos os anos mais de 475 milhões de animais selvagens são atropelados e mortos nas ferrovias e rodovias do país.

 

As atividades realizadas no domingo incluem bate-papo entre as equipes de Gerência de Educação Ambiental e Gerência do Jardim Zoológico e visitantes, distribuição de materiais educativos e divulgação do aplicativo Sistema Urubu, ferramenta colaborativa, gratuita e de acesso a todos os cidadãos, que coleta dados sobre os atropelamentos nas estradas, ajudando a mapear os locais mais críticos, as espécies mais impactadas e a definir políticas para diminuir os atropelamentos. Além disso, será possível conhecer um pouco mais sobre os animais que estão sob os cuidados do Zoo de BH e que integram a lista dos mais afetados por atropelamentos nas estradas.

 

Envolvimento do Zoo-BH na conscientização dos visitantes

 

O Zoológico de BH vem colocando a capital em destaque na campanha Nacional - a cidade é a que mais agrega usuários ao Sistema Urubu. Isso graças a participações ativas nas campanhas, desde 2014. São realizadas, todos os anos, atividades tradicionais como bate-papos, divulgação de materiais, oficinas de colorir e divulgação do aplicativo “Sistema Urubu”.

 

Em 2016, a instituição exibiu o documentário ““475 Milhões + 1: o caso Itaúna”, produzido em parceria com o Grupo de Pesquisa Epidemiologia e Conservação de Animais Silvestres (ECOAS), da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). O roteiro conta a história de uma onça-parda atropelada em uma rodovia, no município mineiro de Itaúna, e que mobilizou profissionais de diversas instituições, inclusive a equipe do Zoo de BH, na tentativa de recuperá-la, Apesar de todos os esforços, o animal não resistiu aos traumas. O documentário está disponível no canal do Youtube.

 

Em 2020, o Zoo-BH participou do Congresso Iberoamericano de Biodiversidade e Infraestrutura Viária, com apresentação de um relato das ações desenvolvidas no período de 2014 a 2019.

 

Ao longo de 2021 e 2022, com a reabertura do espaço ao público pós pandemia e aproveitando o aumento de público e o maior interesse das pessoas por atividades ao ar livre, o Zoo BH tem promovido ações interativas com os visitantes em todas as diversas datas comemorativas do calendário ambiental.

 

Sobre a Campanha Ajudar é o Bicho

 

Os pilares da “Ajudar é o Bicho” são os zoológicos, aquários e as universidades. Nos zoológicos parceiros, ao chegar ao recinto de um animal afetado por atropelamento, o visitante terá um banner com informações dos impactos e mapas de áreas com mais atropelamentos. São disponibilizados, ainda, Qr Codes para baixar o aplicativo do Sistema Urubu e acessar a página oficial da campanha.

 

O aplicativo Sistema Urubu

 

Lançado em 2014, o Sistema Urubu tem a proposta de mapear as áreas com maior concentração de atropelamentos. Nesses anos de existência, o aplicativo, que é uma rede social de conservação da biodiversidade, reuniu mais de 50 mil pessoas e mais de 40 mil registros de animais atropelados. Em abril de 2021, ele foi relançado com novidades e ainda mais interativo, podendo ser baixado gratuitamente para Android e iOS.