Pular para o conteúdo principal

Garoto agachado brinca com jogo da memória
Foto: Lidiane Sant'Ana/PBH

Ação Social atende moradores do bairro Independência

12/06/2017 | 15:57 | atualizado em 19/06/2017 | 12:18

Uma ação social mobilizou a comunidade escolar e diversos serviços da Prefeitura para atender aos moradores do entorno da Escola Municipal Cônego Sequeira, no bairro Independência. O evento Palco, organizado pelo Lions Clube, reuniu dezenas de voluntários da entidade e de funcionários da Prefeitura, no dia 03 de junho, das 9h às 16h. O evento foi aberto com o hino nacional, tocado por alunos do Programa Escola Integrada, e a presença de representantes das equipes de apoio. “Contamos com o apoio de muitos parceiros e instituições para viabilizarmos essa ação”, destacou um dos organizadores, Sóter Baracho. Esta é a quarta Ação Palco promovida pelo Lions Clube na escola. “Atendemos cerca de 1500 pessoas. A comunidade é sempre muito participativa”, atestou Baracho.
 

O diretor da escola, Paulo Afonso, não mediu esforços para viabilizar a ação e garantir o atendimento à comunidade. “Toda a estrutura física das 18 salas de aula, auditório, cantina e estacionamento foi disponibilizada. Ao todo, temos 30 funcionários empenhados diretamente no suporte ao evento”, enumerou.

 

As atividades que a escola oferece aos finais de semana também foram incorporadas à atividade. Nilza de Oliveira é moradora do bairro Mineirão e dá oficina no Programa Escola Aberta há cinco anos. “Ensino a fazer flores de E.V.A. todos os sábados, das 9h às 15h”, conta.
 

 

Serviços

 

Durante todo o dia foram oferecidos serviços como emissão de carteira de identidade, corte de cabelo, exames, vacinação, orientações jurídicas, orientações sobre programas sociais, atividades educativas, apresentações musicais e bazar. Roupas foram vendidas pelo valor máximo de R$5.
 

Luciana Aparecida da Rocha aproveitou para solicitar a segunda via da carteira de identidade. “Já sou divorciada há dois anos e agora estou atualizando o meu documento”, disse. Márcia Duque, também atualizou o documento. O anterior foi emitido há 40 anos. A equipe do Instituto de Identificação da Polícia Civil emitiu 130 documentos durante todo o dia.
 

A Polícia Militar também participou do evento. A equipe fez uma campanha educativa sobre segurança no trânsito, distribuindo bafômetros descartáveis. Após ouvir atentamente orientações sobre o funcionamento do equipamento, Iago Ferraz, 11 anos, recebeu um. “Vou fazer o teste com o meu pai. Se ele tiver bebido, não vou deixar ele dirigir”, garantiu.
 

Quem participou do evento também teve a oportunidade de tirar dúvidas sobre o Programa Bolsa Família. A equipe da assistência social da Regional Barreiro ofereceu orientações sobre formas de cadastro e resolução de pendências em relação ao programa. Uma cartilha com todos os detalhes também foi distribuída ao público.
 

Muitos saíram da escola com visual novo. Flaviane Andrade levou o filho Marco Antônio, de sete anos, para cortar o cabelo. “Ele é aluno da escola. Quando me falou da ação logo pensei em trazê-lo”, conta. O Salão Escola Bom Pastor levou 12 alunos para atender a comunidade. “Participamos de várias ações beneficentes”, garantiu a professora Ana Lúcia da Silva.
 

 

Saúde

 

A equipe do Centro de Saúde Independência ofereceu o teste rápido de HIV e hepatite. Com o resultado em mãos em apenas 30 minutos, os interessados tiveram a oportunidade de sair do evento mais conscientes sobre a própria saúde. A Assistente Social Kamila Aparecida é quem comunica o resultado aos pacientes. Nas conversas com os usuários do centro de saúde ela observa que o preservativo ainda é pouco utilizado. “Não existe mais grupo de risco. São comuns os casos de idosos e pessoas em relacionamento fixo. O recomendado é que todos façam o teste a cada seis meses”, orienta a assistente social. “Percebe-se que a preocupação principal ainda é usar o preservativo para prevenir a gravidez. Enquanto isso, a incidência de sífilis, por exemplo, está crescendo consideravelmente”, alerta. Nas duas primeiras horas, foram feitos quase 20 testes. Além da testagem, o Centro de Saúde do Bairro ofereceu vacinação contra a gripe, controle de tabagismo, medição de pressão, orientações sobre zoonoses e com um aulão de lian gong.
 

Uma equipe de voluntários do Lions fez testes de acuidade visual. “Vou renovar minha carteira de motorista na segunda-feira e agora estou mais tranquilo para fazer os testes”, disse Gezi Pedrosa, 55 anos, após verificar a saúde ocular. Maria das Graças Braga, uma das voluntárias que aplica os testes, participa há mais de 30 anos do projeto. “Somos uma equipe de mais de dez pessoas treinadas por oftalmologistas para fazermos esta triagem. Quem é considerado com baixa visão recebe encaminhamento para uma consulta médica. As crianças são encaminhadas pela própria escola e os adultos têm direito a consulta e óculos patrocinados pelo Lions”, explica.

 

 

Aprender brincando

 

O Centro de Referência da Assistência Social Independência atraiu o interesse das crianças para uma ação de combate à violência infantil. Um jogo da memória mostrava cenas de atividades próprias e impróprias para a idade. Leoni Martins, 10 anos, se divertiu e também aprendeu com a brincadeira. Ao ver a imagem de uma criança em uma carroça ele não teve dúvidas: “Isso é perigoso. É responsabilidade de adultos”, constatou. Diante de uma imagem de uma criança vendendo balas, Kamila Cristine, nove anos, também não teve dúvidas de que tratava-se de uma atividade imprópria para a idade. “Criança tem que estudar e brincar”, frisou.
 

As ações de saúde também incluíram palestra sobre saúde bucal e distribuição de kits de higiene, pelo Serviço Social do Comércio de Minas Gerais (Sesc). “Aprendi que tenho que escovar os dentes três vezes ao dia e ir ao dentista a cada seis meses”, conta Kamilly Vitória, de 9 anos. A mãe, Regiane Marçal, aproveita pra puxar a orelha: “tenho que brigar com ela para que use o fio dental”. Após a palestra, as crianças participaram de uma brincadeira de perguntas e respostas. Após cada resposta correta era autorizado o avanço de uma casa em direção à chegada. A checagem do aprendizado acerca dos cuidados com a saúde bucal empolgou os participantes.
 


Policial Militar demonstra para garoto o funcionamento do bafômetro descartável
Policial Militar demonstra para garoto o funcionamento do bafômetro descartável
Agentes da Polícia Civil coletam a digital de pessoas que solicitaram a segunda via do documento de identidade
Agentes da Polícia Civil coletam a digital de pessoas que solicitaram a segunda via do documento de identidade
Equipe da Assistência Social posa segurando banner sobre o Programa Bolsa Família
Equipe da Assistência Social posa segurando banner sobre o Programa Bolsa Família
Mulher idosa sorri e mostra documento de identidade antiga, emitido há 40 anos
Mulher idosa sorri e mostra documento de identidade antiga, emitido há 40 anos
Três cabeleireiros cortando cabelos
Três cabeleireiros cortando cabelos
Agente de saúde extrai sangue da ponta do dedo do paciente para realização de exame
Agente de saúde extrai sangue da ponta do dedo do paciente para realização de exame

Últimas Notícias

Visão do centro de BH Confira o funcionamento da Prefeitura no feriado de 15 de novembro

O dia 15/11 é feriado nacional em comemoração ao Dia da Proclamação da República (Lei Federal 662, de 1949).

14/11/2019 | 10:41
Mapa da operação de trânsito Operação especial na Rodoviária em função do feriado de 15/11

A BHTrans realiza, de 13 a 18/11, intervenções operacionais no trânsito na região da Rodoviária organizar e garantir a fluidez de veículos.

12/11/2019 | 16:06