Pular para o conteúdo principal

Casa de dois andares no Parque das Mangabeiras com placas de captação de energia solar.
Foto: Divulgação PBH

Usina de energia solar será instalada pela PBH no Parque das Mangabeiras

16/04/2019 | 17:11 | atualizado em 16/04/2019 | 17:11
Uma usina fotovoltaica, que permite a geração de eletricidade por meio da energia solar, será instalada dentro do Parque das Mangabeiras, na região Centro-Sul da capital. Desenvolvido pela Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, o projeto foi aprovado pelo Conselho Municipal de Meio Ambiente e terá investimento de R$ 400 mil do Fundo Municipal de Defesa Ambiental. A usina será instalada no estacionamento superior do Parque, em uma área de cerca de 1.000m² e a previsão é que até o fim de 2019 o processo esteja concluído.

 

A energia que for gerada com a usina fotovoltaica será abatida do consumo do Parque. “O excesso de geração de energia poderá ser armazenado para o consumo em até três anos no próprio Parque ou em outras edificações da Prefeitura. Com esse importante passo, o Parque das Mangabeiras vai se tornar autossustentável em energia elétrica”, explicou Humberto Martins Marques, biólogo da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e idealizador do projeto.

 

A iniciativa, como salientou o presidente da Fundação de Parques e Zoobotânica, Sérgio Augusto Domingues, traz um ganho significativo ao local, em termos de recursos financeiros que serão poupados e, sobretudo, em relação à sustentabilidade.

 

“Nosso trabalho é preservar o meio ambiente de todas as formas possíveis. É um bom começo que consigamos produzir energia de forma não poluente e com otimização dos recursos naturais disponíveis. Os recursos antes gastos com a energia elétrica poderão ser direcionados para outras necessidades, não só dos parques, mas da cidade como um todo”, afirmou.

 

 

Compromisso ambiental

A instalação da usina geradora de energia em edificações da Prefeitura de Belo Horizonte faz parte do compromisso público assumido com o intuito de reduzir em até 20% as emissões de gases de efeito estufa até o ano de 2030.

 

 “Este é o início de um projeto que vai transformar Belo Horizonte em uma cidade referência em consumo de energia em edifícios públicos. Isso é totalmente viável e economicamente espetacular porque, além da energia ser limpa, estamos desenvolvendo novas tecnologias”, explicou o secretário municipal de Meio Ambiente, Mário Werneck. De acordo com o secretário, já está pronto, também, um projeto para a instalação de uma usina fotovoltaica no prédio-sede da Prefeitura.

 

 

16/04/2019. Usina de energia Fotovoltáica. Fotos: Divulgação/PBH

Ouça este conteúdo

Últimas Notícias

Foto aérea do Bairro Sion na década de 1990, com prédios e área verde em elevações. Exposição virtual retrata a cartografia da regional Centro-Sul de Belo Horizonte

Abertura da mostra, que visa divulgar o acervo do Arquivo Público da Cidade de BH, acontece às 9h, na Secretaria Municipal de Educação. 

20/05/2019 | 20:59
IX Conferência Municipal de Educação de Belo Horizonte. Avaliação dos PMEs Qualidade Social da Educação e Garantia de Direitos. Dias 11, 12 e 13 e julho de 2019. Estão abertas as inscrições para IX Conferência Municipal de Educação

A PBH publicou no DOM do dia 17/5, o decreto nº 17.107, com a data de realização da IX Conferência Municipal de Educação.

17/05/2019 | 21:34