Pular para o conteúdo principal

 Duas funcionárias e uma usuária comemoram o aniversário do Restaurante Popular III, em Venda Nova
Foto: Divulgação

Restaurante Popular III comemora aniversário de 9 anos

27/06/2017 | 11:12 | atualizado em 30/06/2017 | 12:59

Com direito a bolo de aniversário, música ao vivo e muita animação, o almoço de 23 de junho, no Restaurante Popular Maria Regina Nabuco, de Venda Nova, foi especial. A festa, preparada pelos funcionários da unidade, comemorou os nove anos do Restaurante Popular, que serve, por dia, 1.500 refeições, e atende cerca de 250 pessoas em situação de rua ao mês. Um dos frequentadores é o servidor público Jader Prates, de 30 anos, que sai assiduamente do Bairro Sagrada Família para almoçar em Venda Nova.
 

Frango assado ao molho, arroz, feijão, legumes e salada foram acompanhados de bolo de aniversário preparado pela equipe do Restaurante Popular, embalados por uma trilha sonora executada pelos músicos voluntários Luiz Pessah e Ricardo Gonçalves. O talento deles embalou o trabalho da auxiliar de cozinha, Flávia Silva, que dançava enquanto servia a sobremesa especial: o bolo de aniversário que ela mesma preparou com a ajuda de mais dois colegas. “Aqui, além de atuar na área da alimentação, que é a minha paixão, tenho a oportunidade de servir pessoas em situação de grande fragilidade, como moradores de rua. Tenho muito orgulho do meu trabalho”, disse. 

 

Os restaurantes populares são equipamentos urbanos que atendem a população vulnerável de seus entornos, como a população em situação de rua, e atraem também um público diversificado em busca de refeições de qualidade, desde trabalhadores e estudantes até pessoas como dona Nilma de Castro, aposentada, 71 anos, que almoça diariamente na unidade Venda Nova, desde a inauguração, em junho de 2008. “Eu venho de ônibus, mas vale a pena porque, é como eu digo para o pessoal daqui, a comida deles é feita por mãos de fada, é mais saborosa que a comida que eu faço!”, opina.
 

De acordo com a secretária de Segurança Alimentar e Nutricional, Darklane Rodrigues, a comemoração de aniversário do Restaurante Popular tem também uma dimensão cultural. “Momentos como estes nos fazem pensar a segurança alimentar também na perspectiva dos valores culturais, na medida em que traz a discussão da cultura e do lúdico quando pensamos sobre o que comemos, de onde vem e o que nos motiva a buscar um alimento saudável e balanceado para a promoção da saúde das pessoas. Hoje, a festa é para comemorar a existência deste restaurante e o valor dele para Venda Nova e região. Um equipamento extremamente valoroso que precisa ser comemorado a cada ano”, defende a secretária.
 

Belo Horizonte conta hoje com quatro restaurantes populares que produzem, em média, 10 mil refeições ao dia, de forma balanceada, com qualidade reconhecida, e promovendo o acesso à alimentação saudável, garantida com o subsídio do recurso público. A refeição tem custo zero para a população de rua, sai pela metade do preço para as famílias cadastradas no CAD Único, e o público em geral paga o preço normal, ou seja, 3 reais para almoçar no restaurante popular.

Usuários comemoram aniversário do Restaurante Popular III, em Venda Nova
Usuários comemoram aniversário do Restaurante Popular III, em Venda Nova