Pular para o conteúdo principal

Mais de dez pessoas assistem a palestra na Pré-Conferência de Políticas sobre Drogas, na Regional Leste.
Foto: Flávia Carvalho/PBH

Regional Leste realiza Pré-Conferência sobre Drogas

26/09/2017 | 17:22 | atualizado em 29/09/2017 | 09:50

O Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas de Belo Horizonte (CMPD-BH) e a Coordenadoria de Atendimento Regional Leste (CARE-L) realizaram, no dia 21 de setembro, na Escola Municipal Santos Dumont, a Pré-Conferência de Políticas sobre Drogas da região Leste, com representantes da sociedade civil e do poder público para discutir o tema: “Política municipal sobre álcool e outras drogas: os desafios das ações para a juventude”.

 

Durante a abertura do evento, Marcelo Derussi, presidente do CMPD-BH, destacou que para tratar desse assunto na sociedade “é preciso ter boa vontade, honestidade e peito aberto para poder entender as diferenças”. Já a chefe de gabinete da CARE-L, Irma Isabel de Moura, representando o coordenador da Regional, José Henrique de Oliveira Neto, salientou a importância da ampliação dessa temática, principalmente às áreas com alto índice de criminalidade.

 

Antes das discussões em grupos, o vice-presidente do CMPD-BH, psicólogo e especialista em dependência química da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), João Francisco de Souza Duarte, apresentou alguns dados da pesquisa Conhecer e Cuidar (2015-2016), realizada pelo Centro de Referência em Drogas da UFMG junto com a Prefeitura de Belo Horizonte, para nortear os trabalhos dos eixos temáticos. De acordo com ele, 409 mil pessoas são usuários abusivos e dependentes de drogas na capital mineira, e desse total, cerca de 42 mil estão na região Leste, além de aproximadamente 120 mil familiares envolvidos com esses usuários.

 

Ao final do evento, foram definidas duas propostas prioritárias para cada um dos eixos discutidos - Educação; Redes Sociais e Mídia; Participação Cidadã do Jovem; Saúde e Assistência Social e Segurança Pública - para serem levados à II Conferência Municipal, nos dias 29 e 30/9. Todas elas abordaram a questão da ampliação da discussão e da rede de apoio, e da articulação e multidisciplinaridade. Nesse dia, também foram eleitos os delegados da região Leste que participarão da II Conferência.


 

CMPD-BH

A principal tarefa do Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas de Belo Horizonte é contribuir com o poder executivo na formulação e no acompanhamento das políticas voltadas para o uso abusivo de álcool e outras drogas. A atual gestão do Conselho, iniciada em abril de 2016, é formada por membros da PBH, das polícias Militar e Civil, do Ministério Público, do Tribunal de Justiça, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e da PUC-Minas, além de representantes da sociedade civil.