Pular para o conteúdo principal

Quadrilha junina com roupas coloridas e mais de cinco membros dança e joga confetes à noite.
Foto: Denis Dias

Quadrilha junina anima Centro de Referência da Pessoa Idosa

05/07/2017 | 14:52 | atualizado em 05/07/2017 | 17:58

Muita música, dança e diversão é o que promete a Festa Julina do Centro de Referência da Pessoa Idosa (CRPI) que acontece nesta quinta-feira, dia 6, das 14h às 17h, na sede do Centro (Rua Perdizes, 336 – Caiçara).

 

O CRPI é um espaço da Prefeitura voltado para a prática de atividades educativas, esportivas e socioculturais para pessoas acima de 60 anos. O tradicional Arraial do CRPI reúne centenas de idosos e seus familiares, que chegam de diversas partes da cidade.

 

Neste ano, além das cantigas de roda do Grupo Trem Chic, o folguedo terá o casamento na roça, do Grupo de Teatro Sementes, e a participação da Quadrilha do Kossaco que disputa o concurso do Arraial de Belô. O baile será animado com as canções do cantor Hugo César que promete levar muito forró, xote e baião para aquecer a festa.

 

Festa do protagonismo

 

Toda a decoração com o tema junino vem sendo feita já há quatro semanas, e o envolvimento e a participação dos idosos têm dado o tom do protagonismo que a festa deseja celebrar. Para o coordenador do CRPI, Leandro Faria Campos, o baile é um momento de festa e alegria, mas é também a chance para a terceira idade mostrar seu talento, disposição e ainda viver momentos de lazer e descontração com seus familiares. “As oficinas e cursos que eles frequentam são os espaços onde eles produziram a arte, a dança e a encenação que irão apresentar na festa. Então, será uma tarde muito especial, onde eles serão as grandes estrelas”, declarou o coordenador.

 

Sobre o CRPI

 

O Centro de Referência da Pessoa Idosa é um equipamento da Prefeitura, ligado à Secretaria Adjunta de Direitos de Cidadania, por meio da Coordenadoria Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa.

 

Inaugurado em 2009, o espaço funciona de maneira intersetorial, por meio de parceria com as demais secretarias municipais, como Saúde e Educação, e ainda em conjunto com organizações do terceiro setor, como o Sesc, além de Universidades, como a FUMEC e a Newton Paiva. O objetivo é oferecer serviços e programas voltados para a promoção do envelhecimento digno, ativo e saudável.

 

Atualmente, o Centro recebe cerca de 1.200 frequentadores mensais. No local são disponibilizadas quase 21 atividades, entre cursos, oficinas e palestras que visam à socialização, inclusão, convivência intergeracional, melhoria da qualidade de vida e elevação da autoestima da pessoa idosa.