Pular para o conteúdo principal

Projeto estimula a correspondência entre alunos da Rede Municipal e idosos

23/10/2019 | 22:43 | atualizado em 01/11/2019 | 09:36

Na quarta-feira, dia 23 de outubro, o prefeito Alexandre Kalil, acompanhado da primeira-dama e coordenadora do Movimento Gentileza, Ana Laender, da secretária municipal de Educação, Ângela Dalben, e do superintendente dos Correios em Minas Gerais, Alexandro Magno de Abreu, participou do lançamento do projeto Carta pra Você. Iniciativa do Movimento Gentileza, o projeto é desenvolvido em parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Belo Horizonte e com o Colégio Sagrado Coração de Jesus.

 

O objetivo do Carta pra Você é promover um intercâmbio geracional de crianças e jovens, entre oito e doze anos de idade, com idosos institucionalizados e estimular o desenvolvimento de um elo afetivo por meio de um dos canais de comunicação mais antigos e significativos da civilização: as cartas manuscritas.

 

“O mundo está muito ruim, as pessoas estão escondidas atrás de redes sociais. A carta escrita a próprio punho, assim como a que eu escrevi, é uma maneira de distrair o idoso. Ninguém sabe a importância de uma pessoa que se sente tão solitária, que ajudou tanto a construir essa cidade, receber a carta de uma criança e ser lembrada, isso se chama fazer o bem a custo zero”, considerou o prefeito Alexandre Kalil.

 

Ao longo do mês de outubro, alunos de três escolas da Rede Municipal de Educação (Escola Municipal Francisca Alves; Escola Municipal Dom Bosco e Escola Municipal CIAC Lucas Monteiro Machado) e do Colégio Sagrado Coração de Jesus compartilharam no papel suas próprias histórias, percepções de mundo e mensagens de carinho, endereçando-as aos 834 idosos residentes nas 28 Instituições Filantrópicas de Longa Permanência de Idosos de Belo Horizonte (ILPIs).

 

“O universo dos idosos institucionalizados é muito carente de carinho e atenção, enquanto as crianças e jovens dessa idade têm uma curiosidade aguçada e um desejo de conhecer o mundo. Unir os dois extremos, por meio das cartas é, sobretudo, uma tentativa de multiplicar a gentileza e estimular a empatia e a compaixão, utilizando um meio que nos convida a refletir e escrever com intenção”, afirma Ana Laender.

 

 

Selos e carimbos personalizados

Em parceria com os Correios, todas as cartas serão entregues pelos carteiros, resgatando as memórias de outros tempos, quando as principais novidades e informações chegavam escritas em papel. Durante os primeiros trinta dias da ação, cada envelope estará acompanhado de uma peça filatélica exclusiva do projeto, composta por carimbo e selos personalizados.

 

 

Novas correspondências

Cada idoso contemplado na primeira etapa do projeto receberá, junto à carta, um selo adicional e um bilhete que lhe convidará a se corresponder com seu remetente. A proposta é que haja um diálogo contínuo e, possivelmente, se estabeleça uma relação de amizade.

 

Em 2020, novas turmas de alunos da Rede Municipal de Educação serão estimuladas a se corresponder com os idosos. Instituições e pessoas interessadas em contribuir com o projeto podem enviar um e-mail para contato@movimentogentileza.com.br.

 

 

Sobre o Movimento Gentileza

Em dois anos de atuação em Belo Horizonte, o Movimento Gentileza trabalha com a realização e apoio a diversas ações que contribuem para uma cidade mais gentil com a cena urbana e com seus cidadãos, sempre em parceria com o Poder Público municipal e a iniciativa privada. Idealizado e coordenado pela voluntária social e primeira-dama do Município, Ana Laender, o Movimento é responsável por iniciativas dedicadas à requalificação do espaço urbano por meio da arte, preservação da memória da cidade e inclusão social e cultural de crianças, jovens e idosos.


Últimas Notícias

Informativo sobre o Coronavírus em Belo Horizonte Serviços relativos ao ISS ficarão indisponíveis entre os dias 9 e 14

Nesse período, será feita a atualização da versão do banco de dados e outras intervenções tecnológicas.

04/06/2020 | 18:13
Informativo sobre o Cornavírus em Belo Horizonte Live do Arquivo Público integra programação da 4ª Semana Nacional de Arquivos

A participação ocorrerá virtualmente, respeitando os protocolos de saúde vigentes na cidade para o combate à pandemia da Covid-19.

03/06/2020 | 18:16