Pular para o conteúdo principal

Prédio do Museu de Imagem e Som
Foto: Ricardo Laf

Projeto Circuito de Museus trará novidades para 2017

22/03/2017 | 19:03 | atualizado em 01/06/2017 | 09:10

Secretaria Municipal de Educação (Smed) lança, nesta quinta-feira,(23/03), no Centro de Memória Minas Tênis Clube, a 7ª edição do Circuito de Museus com a proposta para 2017. Neste ano, a Smed amplia de 26 para 31 os espaços para visitações, entre eles, o Museu da Imagem e do Som.


Para contemplar a todos os interessados, o evento será realizado em dois turno de 8h às 11h e de13h30 às 16h. Não é necessária inscrição e podem participar professores, coordenadores e monitores do Programa Escola Integrada da Rede Municipal de Educação. Todos os presentes receberão certificado de participação.


Implementado desde 2011, o Circuito de Museus incentiva e facilita a apropriação dos espaços museológicos pelo público escolar.. O objetivo desse projeto é desenvolver habilidades para a leitura de objetos e exposições contribuindo para a discussão de temas desenvolvidos nas salas de aula pelas escolas participantes, despertando o olhar investigativo de professores e alunos para a interpretação e fruição dos bens culturais.


O Circuito de Museus se organiza em nove percursos temáticos - Arte Brasileira, Artes Visuais, Ciências e Tecnologia, Esporte, Lazer e Memória, História de Belo Horizonte, História de Mulheres, Imagem em Movimento, Pampulha, Território Negro. O Projeto conta a parceria de 26 espaços culturais da cidade.

 

Novidades
Em 2017, a Smed inaugura o circuito Imagem em Movimento, sobre linguagem cinematográfica que incorpora os espaços do Museu da Imagem e do Som- MIS, MIS Cine Santa Tereza e o Sesc Palladium. Além desse novo circuito, novos museus foram incorporados. O Museu da Escola Ana Maria Casasanta Peixoto , primeiro do gênero no Brasil, passa a fazer parte do circuito História de Belo Horizonte e o Museu de Ciências Morfológicas da UFMG integrará também o circuito de Ciências e Tecnologia.


O projeto Circuito de Museus oportuniza que os estudantes das escolas municipais visitem três instituições culturais que dialogam entre si, dentro de percursos temáticos. A realização das três visitas busca assegurar o desenvolvimento de habilidades de apreciação estética e interpretação dos significados contidos em objetos, fotografias, documentos textuais, filmes. “O Circuito de Museus é uma experiência inovadora e instigante. Por meio dele, os estudantes são convidados a aprender e a ensinar através da circulação pela cidade e da interação com os acervos dos espaços museais parceiros”, destaca Flávia Lucimar Batista da Luz, da Gerência de Educação Integral, Direitos Humanos e Cidadania da Smed.

 

Formação
Como preparação para melhor aproveitamento dos circuitos, a Smed promove rodas de conversas entre os professores e os setores formativos dos museus. Os professores apresentam as propostas que desejam desenvolver em suas escolas e, em diálogo com as equipes dos museus, a vão refinando a partir do acervo e do que percebem que ele pode contribuir para ela. Ao longo do ano, são oportunizados três encontros dos professores com os Museus os quais desejam visitar. A primeira roda de conversa das equipes dos museus com os professores selecionados para visitação está prevista para abril.