Pular para o conteúdo principal

Oito idosos, cada um sentado em frente ao computador, acompanhados por monitor, em sala.
Foto: Divulgação PBH

Primeira turma de Informática Básica para Idosos conclui curso

27/11/2019 | 17:56 | atualizado em 01/12/2019 | 20:22

Os oitos alunos da primeira turma de informática básica para idosos concluíram o curso, promovido pela Prefeitura de Belo Horizonte, na terça-feira, dia 26 de novembro. Realizado em parceria com o Movimento Gentileza Digital e a Prodabel, o curso teve duração de 60 horas e abordou tudo o que compõe um computador, passando pela digitação e envio de e-mails. 

 

Os idosos mostraram que não tem idade para quem entrar no mundo da informática. E adaptaram a linguagem da tecnologia à deles. Um exemplo disso é que, ao se referirem à digitação, eles diziam: “vou bater aqui”.  “Daqui a pouco te mando uma mensagem” era a maneira como anunciavam o envio de um e-mail. Desse modo eles conseguiam assimilar melhor as palavras que, para eles, pareciam difíceis.

 

A mais animada da turma era Leni Luiza de Freitas, que aos 79 anos decidiu se adaptar ao mundo da computação. “Eu via meus filhos e netos interagindo bem com o computador. Quando surgiu a oportunidade de fazer o curso, não pensei duas vezes. Hoje eu sei mandar e-mail, eu consigo ligar o computador sozinha, sem contar que o professor me ensinou a usar o celular novo que ganhei. Agora eu tiro foto e mando mensagem”, comentou.

 

Em sua primeira turma como monitor, Dáliton Ribeiro de Araújo teve o desafio de apresentar o mundo da tecnologia aos idosos. “Eu acredito que eles estão saindo daqui se sentindo importantes. Em cada passo, eles se sentiam mais incluídos. É muito gratificante ver o caminho trilhado por eles”, afirmou.

 

 

Gentileza Digital

O projeto Gentileza Digital é desenvolvido desde 2018 pelo Movimento Gentileza, idealizado e coordenado pela voluntária social e primeira-dama de Belo Horizonte, Ana Laender. Atualmente, o projeto oferece aulas de informática básica aos residentes das 28 Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPIs) de Belo Horizonte e para os idosos frequentadores de quatro centros culturais de Belo Horizonte.

 

Ao todo, são beneficiados mais de 300 idosos, que dispõem de teclados e mouses adaptados, além de um software e metodologia exclusivos, desenvolvidos pela Prodabel em parceria com o Núcleo Assistencial Caminhos para Jesus. As demais turmas inseridas no Projeto Gentileza Digital terminarão o curso em dezembro.


Últimas Notícias

Guardas fechando vias durante as chuvas. Guarda Municipal atuou em mais de cem ações desde o início das fortes chuvas

O efetivo cedido diariamente para o plano emergencial, colocado em prática pela Prefeitura de Belo Horizonte, é de 300 guardas municipais.

26/01/2020 | 19:38
Prefeito Alexandre Kalil durante visita à Vila Bernadete Prefeito vai à Vila Bernadete, na região do Barreiro, após deslizamento

Após percorrer o terreno, o prefeito fez um apelo à população para estar atenta a trincas em paredes, empoçamentos e rachaduras no solo.

25/01/2020 | 17:14