Pular para o conteúdo principal

Logo da Semana de Moda, ao lado, tem imagem de ipês

Prefeitura e Fiemg lançam programação da Semana de Moda de Belo Horizonte

25/10/2018 | 12:14 | atualizado em 29/10/2018 | 19:41

 

A programação da Semana de Moda de Belo Horizonte, que acontece de 29 de outubro até 4 de novembro, vai promover 30 eventos espalhados por toda a capital, que misturam cultura, educação, inovação, sustentabilidade, turismo e negócios. O lançamento da programação foi nesta quinta-feira, dia 25, no Salão Nobre da Prefeitura de Belo Horizonte.
 

Criada para estimular o maior número de eventos de moda e de forma descentralizada, aumentando o acesso e a participação da população, a Semana de Moda de Belo Horizonte vai fortalecer o posicionamento da cidade como Capital da Moda e tem como evento âncora a 23ª edição do Minas Trend, o maior salão de negócios de moda do Brasil. Aproveitando a vocação de Belo Horizonte para a moda, a programação tem salão de negócios, desfiles, cursos, palestras, exposições, encontros, laboratórios, visitas mediadas e abraço ao Museu da Moda, mostra fotográfica, aula aberta e city tour, entre outras atrações.
 

O evento é uma iniciativa da Prefeitura, por meio das secretarias municipais de Desenvolvimento Econômico e de Cultura, da Belotur e da Fundação Municipal de Cultura.

 

Geração de emprego e renda

Destacando a importância que a moda tem para a economia da capital mineira, o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Cláudio Beato, explica que, hoje, o setor representa uma importante fonte de renda e empregos. São 23.891 empresas da cadeia produtiva da moda, incluindo os microempreendores individuais (MEIs). Essas empresas estão divididas em serviços (677), indústria (6.056), comércio atacadista (648) e comércio varejista (16.510).
 

De acordo com ele 68,2% destas empresas são pequenas e têm até quatro empregados. A mão de obra feminina representa 71,6% de todo o setor. A moda gera 28.542 empregos, sendo 532 em serviços, 7.230 em indústria, 2.392 em comércio atacadista e a maioria, 18.388, no comércio varejista.
 

O secretário Municipal de Cultura, Juca Ferreira, destacou a importância da moda pelas suas possibilidades e capilaridades com a economia em toda a cadeia produtiva, além da sua dimensão cultural. “A moda expressa conceitos, sensibilidades, visões de mundo. Ela, traduz, reflete, expressa e reforça tendências culturais, comportamentais e valores nesse processo da história da humanidade. Esse momento é muito importante e oportuno, ele chama a atenção, reforça e ressalta a moda, que é uma marca de Minas, para a retomada econômica, combinando aqui indústria, desenvolvimento, turismo e cultura.”
 

Presidente da Fundação Municipal de Cultura, Fabíola Moulin ressaltou a importância do diálogo que se estabelece com a Semana de Moda. “O fato de termos aqui em Minas, na capital, o primeiro museu público de moda, o Mumo, é o reconhecimento da moda como construção de identidade e da força e da presença que ela tem aqui na nossa cidade. O Mumo tem essa importância e essa força, tanto de mostrar a história da moda como também a vocação de ser contemporâneo e espaço de formação”.
 

O presidente da Fiemg, Flávio Roscoe destacou o apoio da PBH para a realização da Semana de Moda de Belo Horizonte. Segundo ele, a Fiemg está projetando o Minas Trend para o futuro de forma autossustentável e com a moda mineira falando mais alto. Para o executivo, o setor de moda é de fundamental importância para a sociedade e para a economia do estado, destacando que os momentos de crise podem revelar boas oportunidades para os fabricantes.

 

Escolha democrática

A escolha das ações da programação foi democrática. A Prefeitura publicou chamamento público no Diário Oficial do Município (DOM), do dia 5 de outubro. Os interessados puderam inscrever até dois projetos com, pelo menos, um dos temas transversais à moda: cultura, educação, inovação, sustentabilidade e turismo. Todos os custos – materiais, equipamentos, montagem, recursos humanos, entre outros – são de responsabilidade integral do proponente, não havendo auxílio financeiro do Município aos selecionados. Os mesmos também são responsáveis pelo licenciamento dos eventos.
 

Depois de selecionar as propostas, a Prefeitura elaborou a programação da Semana de Moda de Belo Horizonte. Os eventos foram selecionados por uma comissão formada por membros da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, da Belotur e da Fundação Municipal de Cultura, e receberam o Selo “Belo Horizonte Capital da Moda”.
 

Os critérios de seleção das propostas foram atendimento às regras do edital de chamamento público, incluindo abordagem conceitual sem características promocionais e comerciais; apresentação de toda a documentação exigida; data do evento compatível com o período da Semana de Moda; adequação do local proposto ao perfil do evento; e relação do evento com a temática moda, sua valorização e contribuição para a campanha “Belo Horizonte Capital da Moda”.

 

Capital da moda

Belo Horizonte foi declarada oficialmente Capital da Moda com o objetivo de incentivar o turismo e estimular o incremento da atividade econômica, destacando a cidade no circuito nacional e internacional da moda.
 

A Capital da Moda é uma localidade influente na moda regional e internacional que se destaca como lar de muitos estilistas, agências de modelos, empreendedores do segmento e pela quantidade de negócios gerados no campo da indústria têxtil e do design.
 

A cidade ganhou também o Museu da Moda (Mumo), o primeiro museu público do setor, com o objetivo de traduzir a cultura, o estilo e os costumes dos habitantes da capital mineira. O Mumo é o primeiro Museu Público de Moda do Brasil e já está entre os cinco principais do mundo, de acordo com a Revista Latam.

 

Minas Trend

Evento âncora da Semana de Moda de Belo Horizonte, o Minas Trend é um salão de negócios que promove o encontro de toda a cadeia da indústria da moda, proporcionando grandes oportunidades e bons resultados para todos. A grade de desfile da 23ª edição traz os lançamentos para a temporada Outono-Inverno/2019 para lojistas de todo o Brasil e exterior. O Minas Trend acontecerá de 29 de outubro a 1º de novembro - 2ª a 5ª feira, das 10 às 20h, no Expominas.
 

A 23ª edição do Minas Trend tem como tema “Agora e para Sempre”, que propõe um olhar visionário e multifacetado. É um evento mais inclusivo, sustentável e agregador que vai apresentar as tendências do outono/inverno 2019. O objetivo é apontar novos caminhos e discutir a moda como vetor econômico, histórico e cultural.

 

Acesse a programação

Últimas Notícias

Lago e casa cercado de plantas no Parque Jacques Costeau, no bairro Betânia. Confira os principais eventos gratuitos que acontecem em BH neste fim de semana

Confira os principais eventos gratuitos que acontecem em BH neste fim de semana, de 15 a 18/11.

14/11/2018 | 16:01
ônibus estação São Gabriel, na rua, durante o dia. Com aumento anunciado do metrô, tarifa de integração sofre alteração

Tarifas integradas com o metrô sofrem alteração devido a aumento anunciado pelo Governo Federal. 

13/11/2018 | 19:34