Pular para o conteúdo principal

Logo da Semana de Moda, ao lado, tem imagem de ipês

Prefeitura e Fiemg lançam programação da Semana de Moda de Belo Horizonte

25/10/2018 | 12:14 | atualizado em 29/10/2018 | 19:41

 

A programação da Semana de Moda de Belo Horizonte, que acontece de 29 de outubro até 4 de novembro, vai promover 30 eventos espalhados por toda a capital, que misturam cultura, educação, inovação, sustentabilidade, turismo e negócios. O lançamento da programação foi nesta quinta-feira, dia 25, no Salão Nobre da Prefeitura de Belo Horizonte.
 

Criada para estimular o maior número de eventos de moda e de forma descentralizada, aumentando o acesso e a participação da população, a Semana de Moda de Belo Horizonte vai fortalecer o posicionamento da cidade como Capital da Moda e tem como evento âncora a 23ª edição do Minas Trend, o maior salão de negócios de moda do Brasil. Aproveitando a vocação de Belo Horizonte para a moda, a programação tem salão de negócios, desfiles, cursos, palestras, exposições, encontros, laboratórios, visitas mediadas e abraço ao Museu da Moda, mostra fotográfica, aula aberta e city tour, entre outras atrações.
 

O evento é uma iniciativa da Prefeitura, por meio das secretarias municipais de Desenvolvimento Econômico e de Cultura, da Belotur e da Fundação Municipal de Cultura.

 

Geração de emprego e renda

Destacando a importância que a moda tem para a economia da capital mineira, o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Cláudio Beato, explica que, hoje, o setor representa uma importante fonte de renda e empregos. São 23.891 empresas da cadeia produtiva da moda, incluindo os microempreendores individuais (MEIs). Essas empresas estão divididas em serviços (677), indústria (6.056), comércio atacadista (648) e comércio varejista (16.510).
 

De acordo com ele 68,2% destas empresas são pequenas e têm até quatro empregados. A mão de obra feminina representa 71,6% de todo o setor. A moda gera 28.542 empregos, sendo 532 em serviços, 7.230 em indústria, 2.392 em comércio atacadista e a maioria, 18.388, no comércio varejista.
 

O secretário Municipal de Cultura, Juca Ferreira, destacou a importância da moda pelas suas possibilidades e capilaridades com a economia em toda a cadeia produtiva, além da sua dimensão cultural. “A moda expressa conceitos, sensibilidades, visões de mundo. Ela, traduz, reflete, expressa e reforça tendências culturais, comportamentais e valores nesse processo da história da humanidade. Esse momento é muito importante e oportuno, ele chama a atenção, reforça e ressalta a moda, que é uma marca de Minas, para a retomada econômica, combinando aqui indústria, desenvolvimento, turismo e cultura.”
 

Presidente da Fundação Municipal de Cultura, Fabíola Moulin ressaltou a importância do diálogo que se estabelece com a Semana de Moda. “O fato de termos aqui em Minas, na capital, o primeiro museu público de moda, o Mumo, é o reconhecimento da moda como construção de identidade e da força e da presença que ela tem aqui na nossa cidade. O Mumo tem essa importância e essa força, tanto de mostrar a história da moda como também a vocação de ser contemporâneo e espaço de formação”.
 

O presidente da Fiemg, Flávio Roscoe destacou o apoio da PBH para a realização da Semana de Moda de Belo Horizonte. Segundo ele, a Fiemg está projetando o Minas Trend para o futuro de forma autossustentável e com a moda mineira falando mais alto. Para o executivo, o setor de moda é de fundamental importância para a sociedade e para a economia do estado, destacando que os momentos de crise podem revelar boas oportunidades para os fabricantes.

 

Escolha democrática

A escolha das ações da programação foi democrática. A Prefeitura publicou chamamento público no Diário Oficial do Município (DOM), do dia 5 de outubro. Os interessados puderam inscrever até dois projetos com, pelo menos, um dos temas transversais à moda: cultura, educação, inovação, sustentabilidade e turismo. Todos os custos – materiais, equipamentos, montagem, recursos humanos, entre outros – são de responsabilidade integral do proponente, não havendo auxílio financeiro do Município aos selecionados. Os mesmos também são responsáveis pelo licenciamento dos eventos.
 

Depois de selecionar as propostas, a Prefeitura elaborou a programação da Semana de Moda de Belo Horizonte. Os eventos foram selecionados por uma comissão formada por membros da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, da Belotur e da Fundação Municipal de Cultura, e receberam o Selo “Belo Horizonte Capital da Moda”.
 

Os critérios de seleção das propostas foram atendimento às regras do edital de chamamento público, incluindo abordagem conceitual sem características promocionais e comerciais; apresentação de toda a documentação exigida; data do evento compatível com o período da Semana de Moda; adequação do local proposto ao perfil do evento; e relação do evento com a temática moda, sua valorização e contribuição para a campanha “Belo Horizonte Capital da Moda”.

 

Capital da moda

Belo Horizonte foi declarada oficialmente Capital da Moda com o objetivo de incentivar o turismo e estimular o incremento da atividade econômica, destacando a cidade no circuito nacional e internacional da moda.
 

A Capital da Moda é uma localidade influente na moda regional e internacional que se destaca como lar de muitos estilistas, agências de modelos, empreendedores do segmento e pela quantidade de negócios gerados no campo da indústria têxtil e do design.
 

A cidade ganhou também o Museu da Moda (Mumo), o primeiro museu público do setor, com o objetivo de traduzir a cultura, o estilo e os costumes dos habitantes da capital mineira. O Mumo é o primeiro Museu Público de Moda do Brasil e já está entre os cinco principais do mundo, de acordo com a Revista Latam.

 

Minas Trend

Evento âncora da Semana de Moda de Belo Horizonte, o Minas Trend é um salão de negócios que promove o encontro de toda a cadeia da indústria da moda, proporcionando grandes oportunidades e bons resultados para todos. A grade de desfile da 23ª edição traz os lançamentos para a temporada Outono-Inverno/2019 para lojistas de todo o Brasil e exterior. O Minas Trend acontecerá de 29 de outubro a 1º de novembro - 2ª a 5ª feira, das 10 às 20h, no Expominas.
 

A 23ª edição do Minas Trend tem como tema “Agora e para Sempre”, que propõe um olhar visionário e multifacetado. É um evento mais inclusivo, sustentável e agregador que vai apresentar as tendências do outono/inverno 2019. O objetivo é apontar novos caminhos e discutir a moda como vetor econômico, histórico e cultural.

 

Acesse a programação

Ouça este conteúdo

Últimas Notícias

Idoso sorrindo. Aposentados e pensionistas nascidos em março devem fazer prova de vida até 31/3

Aposentados e pensionistas nascidos em março que não fizerem prova de vida até o dia 31/3 podem ficar sem o benefício.

22/03/2019 | 20:05
Vista da cidade de Belo Horizonte, com muitos prédios, a partir das árvores e caminhos do Mirante das Mangabeiras, durante o dia. Confira os principais eventos gratuitos que acontecem em BH no fim de semana

Confira os principais eventos gratuitos que acontecem em BH no fim de semana, de 23 a 24 de março.

21/03/2019 | 17:32