Pular para o conteúdo principal

Projeto da PBH que ensina programação à mulheres concorre a prêmio internacional

07/11/2019 | 16:34 | atualizado em 13/11/2019 | 18:20

A Prefeitura de Belo Horizonte apresentou na quinta-feira, dia 7 de novembro, o projeto Programando Sonho Delas, voltado para a formação de mulheres em situação de vulnerabilidade social em programação de informática. O projeto foi desenvolvido por meio da Empresa de Informática do Município (Prodabel) e da secretaria municipal de Desenvolvimento Econômico e é finalista de um prêmio internacional na categoria “Cidades Inclusivas e Compartilhadoras”. 

 

Na abertura de entrevista coletiva concedida à imprensa, o prefeito Alexandre Kalil destacou o papel inclusivo do projeto. "Vim para abrir a apresentação, que é muito importante para a Prefeitura. O projeto Programando Sonhos Delas é fruto do ótimo trabalho que é feito pela administração municipal. É um trabalho de inclusão social feito pela secretaria municipal de Desenvolvimento Econômico e a Prodabel. Estamos trilhando um caminho inclusivo e do futuro", afirmou.

 

O curso, oferecido pela Prodabel, tem mais de 1.200 inscrições e cerca de 100 alunas já iniciaram as aulas. Para o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Cláudio Beato, o projeto vem suprir uma demanda na área de Tecnologia da Informação. Segundo ele, das 500 mil pessoas empregadas no Brasil na área de TI, menos de 20% são mulheres.

 

“Esse programa tem essa importância particular de ser a maneira que a prefeitura encontrou de tentar minimizar essas consequências perversas dessa área de desenvolvimento tecnológico. Visa suprir de um lado esse vão que a gente tem em relação ao gênero, mas também procurando contribuir para a gente ter mais pessoas qualificadas empregadas e trabalhando nisso”, disse.

 

O presidente da Prodabel, Leandro Garcia, idealizador do curso, disse que seu maior desejo é formar jovens programadoras e inseri-las no mercado de trabalho. “O mundo da tecnologia é ainda muito masculino, existe uma demanda grande por inserção da mulher. A gente está falando de criação, de inovação, o que demanda diversidade de forma incontestável, então a participação dessa mulher nesse cenário é muito importante”.

 

O Programando Sonhos Delas é finalista de um prêmio internacional na categoria “Cidades Inclusivas e Compartilhadoras”. Belo Horizonte concorre com Buenos Aires, na Argentina, e com Kiev, na Ucrânia. O resultado será divulgado entre os dias 19 e 21 de novembro, em Barcelona, na Espanha. “Eu acredito muito que é um projeto capaz de mudar o mundo, talvez literalmente, do ponto de vista do desenvolvimento econômico. Estarei lá acreditando que vou trazer o prêmio pra Belo Horizonte”, afirmou Leandro Garcia.


Últimas Notícias

Informativo sobre o Coronavírus em Belo Horizonte Serviços relativos ao ISS ficarão indisponíveis entre os dias 9 e 14

Nesse período, será feita a atualização da versão do banco de dados e outras intervenções tecnológicas.

04/06/2020 | 18:13
Informativo sobre o Cornavírus em Belo Horizonte Live do Arquivo Público integra programação da 4ª Semana Nacional de Arquivos

A participação ocorrerá virtualmente, respeitando os protocolos de saúde vigentes na cidade para o combate à pandemia da Covid-19.

03/06/2020 | 18:16