Pular para o conteúdo principal

TRês crianças realizam atividades em mesa, acompanhadas por orientadores.
Foto: Larissa Ferreira/PBH

PBH oferece atendimento para crianças com dificuldades de aprendizagem

15/07/2019 | 17:33 | atualizado em 16/07/2019 | 09:47

O grupo recebeu o nome Aprender e tem o objetivo de promover a potencialização de práticas que contribuam para melhorias no processo de aprendizagem de crianças e adolescentes. O projeto está sendo desenvolvido no Centro de Saúde Gentil Gomes, região Nordeste de Belo Horizonte, que estruturou uma equipe multidisciplinar para atender às crianças com dificuldades de aprendizado.

 

A iniciativa, além de acolher as crianças com dificuldades de aprendizagem, também oferece aos pais e cuidadores as orientações e suporte necessários para lidarem com as dificuldades que os seus filhos apresentam em casa e na escola. O trabalho é desenvolvido em nove encontros, onde são promovidas ações de leitura, escrita e estimulação cognitiva. O letramento é promovido por meio de atividades de processamento fonológico, ortográfico, leitura compartilhada e discussões.

 

Josiane Barbosa, 34 anos, é psicóloga e está acompanhando o seu filho nos encontros. “Mediante as dificuldades que meu filho tem apresentado, tive que buscar ajuda médica e quando fiquei sabendo do grupo Aprender eu me sentir acolhida. Temos que abraçar essa inciativa, pois é um sinal de que o Centro de Saúde Gentil Gomes, por meio da sua equipe, está com um olhar diferenciado para o nosso problema”, afirmou a mãe de Isac Hugo, 11anos.

 

O projeto Aprender foi criado após uma série de debates e reuniões da equipe do Centro de Saúde Gentil Gomes, que identificou um número crescente de crianças e adolescentes sendo encaminhados para a unidade em função de problemas relacionados a dificuldades de aprendizado. Os profissionais se organizaram para criar um plano terapêutico e assim nasceu o Aprender, projeto no qual cada profissional que compõe a equipe atua conforme a sua especialidade.

 

A equipe multidisciplinar conta com profissionais da pediatria, psicologia, terapia ocupacional, fisioterapia, fonoaudiologia, nutrição, farmácia, assistência social e educação física, além de uma neuropedagoga voluntária. O projeto atende em média 15 crianças e adolescentes, com idade entre 7 e 13 anos. Alguns deles, inclusive, já faziam acompanhamento com pediatras e psicólogos da unidade de saúde.

 

Anar Walter Castilho Maro, gerente do Centro de Saúde Gentil Gomes, destaca a importância desse trabalho que impacta diretamente na vida das crianças, no processo educacional e na sociedade. “É grande a nossa expectativa em relação a essa iniciativa, que busca contribuir com a formação de famílias mais estruturadas e saudáveis. É preciso trabalhar as dificuldades de aprendizado e de convívio social das crianças e adolescentes de uma maneira integral, multidisciplinar e essa é a proposta do Aprender”, disse o gestor.

 

Os encontros do projeto acontecem às segundas-feiras, às 14h30. O Centro de Saúde Gentil Gomes está localizado na Rua Manoel Passos, 580, bairro Santa Cruz.

 

 

15/07/2019. Centro de saúde oferece atendimento multidisciplinar para crianças com dificuldades de aprendizagem. Fotos: Larissa Ferreira/PBH

Últimas Notícias

Rapaz conversa com mulher, ambos sentados, com um computador ao meio, em imagem desfocada. À frente, com foco, carteira de trabaho. ​​​​​​​Sine oferta 70 vagas de emprego para segunda-feira, dia 26/8  

São 49 vagas que exigem experiência, 15 para pessoas com deficiência e experiência e 6 para pessoas com deficiência sem experiência. 

23/08/2019 | 18:55
Criança pula corda na Savassi, pessoas transitam ao fundo. BH é da Gente oferece ioga, shows musicais e contação de histórias no dia 25/8

Com o intuito de diminuir o estresse do dia a dia, o grupo Yoga no Asfalto vai ministrar uma sessão no coração da Savassi, no domingo. 

23/08/2019 | 00:10