Pular para o conteúdo principal

candidatos aguardando seleção para coordenação de CRAS e CREAS

PBH finaliza processo seletivo para coordenação de CRAS e CREAS

06/09/2018 | 18:38 | atualizado em 06/09/2018 | 18:38

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania (SMASAC), finalizou processo seletivo interno para os cargos de coordenador dos Equipamentos Municipais de Apoio à Família e à Cidadania. No último dia 31/8, 43 servidores de carreira foram nomeados para a gestão dos 34 Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e dos nove Centros de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS).


“Queríamos um processo transparente e democrático, que valorizasse a experiência e a capacidade de gestão dos servidores da própria área”, destaca a secretária municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania, Maíra Colares, sobre a mudança na forma de acesso aos cargos de coordenação de CRAS e CREAS.


O processo seletivo foi realizado em etapas, iniciado com a composição de uma comissão de seleção, a publicação de um edital de chamamento, aplicação de provas, realização de entrevistas, período de recursos, e finalizado com a nomeação dos classificados. Os critérios para a seleção foram pauta específica da Mesa Municipal da Gestão do Trabalho do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), instância de diálogo e de negociação com os trabalhadores do SUAS em Belo Horizonte.


Os novos coordenadores substituem os interinos, que já atuavam nas Unidades e foram nomeados coordenadores enquanto era realizado o processo seletivo.


Novos servidores e jornada de 30 horas


Visando a melhoria do atendimento prestado nos CRAS e CREAS, em março de 2018 foram nomeados 63 psicólogos aprovados no último concurso público, recompondo a equipe técnica dos equipamentos. A jornada semanal de trabalho de Assistentes Sociais e Psicólogos foi alterada para 30 horas, o que permitiu, junto com a chegada dos novos profissionais, a qualificação dos serviços e a ampliação do horário de atendimento em uma hora por dia nos CRAS e duas horas nos CREAS.


“A implementação dessas mudanças é uma afirmação do compromisso da gestão atual com a valorização contínua dos servidores que atendem a população de Belo Horizonte, assim como a melhoria dos serviços para o cidadão”, considera a secretária.