Pular para o conteúdo principal

Guichê do Sebrae
Foto: Tiago Penna

PBH celebra abertura de negócios no Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa

criado em 04/10/2022 - atualizado em 04/10/2022 | 16:33

Às vésperas do Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa, celebrado neste 5 de outubro, a Prefeitura de Belo Horizonte celebra a curva ascendente na criação, oferta de empregos e na taxa de sobrevivência de novos negócios na capital. Atualmente, a cidade se tornou um dos melhores municípios do País para se empreender e é uma das grandes capitais brasileiras com o menor tempo para se abrir uma empresa: 19 horas, em média (janeiro a março de 2022).

 

As micro e pequenas empresas são a base da economia brasileira e compõem uma fatia de mercado importante para o desenvolvimento econômico local nas cidades. A padaria da esquina, a borracharia, o salão de beleza e uma infinidade de outros produtos e serviços fazem parte do cotidiano e estão ao alcance de todos, sendo responsáveis pela geração de renda e oportunidades. Para se ter uma ideia, de cada dez vagas de trabalho formal no Brasil em julho deste ano, sete foram oferecidas em micro e pequenas empresas.

 

De acordo com a Sala Mineira do Empreendedor, uma parceria da PBH com o Sebrae Minas e a Junta Comercial de Minas Gerais (JUCEMG), de 2017 a 2022 foram abertas mais de 360 mil empresas em Belo Horizonte, sendo mais da metade delas micro empreendimentos individuais. "Partindo da premissa de que o custo para manter a atividade ativa nesses empreendimentos é menor, nota-se que a taxa de sobrevivência desses empreendimentos é elevada, maior que a média do município, e próximo aos 90% nos últimos cinco anos", explica Adriano Faria, secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico.

 

O setor de comércio e serviços domina este cenário. Se em Minas Gerais, dos 4,8 milhões de empregos eles representam 70% do total, em Belo Horizonte os negócios do segmento empregam 83% dos postos de trabalho. Em paralelo, nos últimos dois anos cresceram os registros de novos Microempreendedores Individuais (MEIs), um movimento anterior à pandemia, que se intensificou no período. Eles estão presentes em cerca de 400 atividades econômicas diferentes, passando por serviços pessoais, comércio, alimentação e fabricação de produtos, e possuem grande dispersão geográfica - estando presentes em todas as regionais e quase todos os bairros da cidade.

 

Incentivo ao empreendedorismo

 

Atenta ao crescimento de empreendedorismo na cidade, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico estabelece parcerias com o Sebrae Minas, a Jucemg e outras iniciativas que promovem e fomentam a criação e manutenção de novos negócios, sendo a principal delas a Sala Mineira do Empreendedor. Situada no BH Resolve, a Sala é um espaço criado pela Prefeitura de Belo Horizonte para facilitar o acesso dos empreendedores às orientações e serviços necessários para abrir, manter regularizado e desenvolver um negócio, com atendimentos gratuitos.

 

O programa é fruto de uma parceria entre a Prefeitura, o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Minas Gerais (Sebrae-MG) e a Junta Comercial do Estado de Minas Gerais (Jucemg) para melhorar o ambiente de negócios na cidade, por meio da simplificação e desburocratização do processo de abertura e manutenção de negócios. Para isso, a atuação da Sala Mineira do Empreendedor é baseada em três pilares: orientações, serviços e capacitações oferecidos pelo executivo municipal, a Jucemg e o Sebrae-MG. Mais informações estão disponíveis neste link.

 

A Prefeitura oferece também uma série de cursos e qualificações gratuitas para diversas áreas profissionais. Com o projeto Gastronomia para todos, por exemplo, já foram qualificadas mais de 1 mil pessoas, que aprenderam conceitos de gastronomia, confeitaria, empreendedorismo e gestão de negócios.

 

Atualmente, estão abertas vagas para os cursos de Garçom e Garçonete; Vendedor; Designer de sobrancelhas; Aperfeiçoamento em costura; Decoração com balões; Culinária vegana, além do curso de inglês básico. As inscrições podem ser feitas podem ser feitas nos postos do Sine Municipal ou pelo link.