Pular para o conteúdo principal

 PBH assina aprovação de planta de construção da Arena MRV
Foto: Amira Hissa

PBH assina aprovação de planta de construção da Arena MRV

criado em 10/02/2022 - atualizado em 14/02/2022 | 17:47

A Prefeitura de Belo Horizonte e a Arena MRV oficializaram nesta quinta-feira, dia 10, a transferência da área onde está sendo construído o estádio do Clube Atlético Mineiro, do município para a empresa. Em contrapartida, Belo Horizonte se tornou proprietária da área conhecida como Mata dos Morcegos, onde será construído um parque. 

Em solenidade com a presença do prefeito Alexandre Kalil e do presidente do Atlético, Sérgio Coelho, foi assinada a escritura cartorial com aprovação da planta de construção do estádio e a permuta das áreas. 

“Essa assinatura permite que haja a unificação dos lotes onde está sendo construída a arena, e recebemos em troca uma área verde. Esse movimento escritural fundiário legalizou o terreno”, explicou o subsecretário de Administração e Logística, Breno Serôa. 

Do ponto de vista fundiário, a assinatura desta quinta-feira encerra qualquer domínio da Prefeitura sobre o terreno. “Agora a Prefeitura passa a atuar na aprovação de alvarás e enquanto órgão regulador e de fiscalização”, explicou Breno Serôa. 

O presidente do Atlético Mineiro, Sérgio Coelho, ressaltou a importância da conclusão de mais essa etapa para as obras. “Foi importante essa assinatura, legalizando toda a área. Ficamos felizes porque poderemos cumprir  com todo o nosso cronograma e inaugurar o estádio dentro do prazo que previmos, que será em março de 2023”, disse. 

Bruno Muzzi, CEO da Arena MRV, explicou que a assinatura desta quinta-feira é o início de um processo para o registro do estádio em cartório. “Dentro de várias etapas que a gente vem passando para a legalização da Arena, esse é um dos passos superimportantes, que é a minuta da escritura trocando as áreas da Arena com a Prefeitura. É uma situação que precede a entrada do processo de registro da Arena no cartório de registro de imóveis”. 

Líder do governo na Câmara Municipal, o vereador Léo Burguês lembrou do papel preponderante do Legislativo, ao votar o projeto de lei que autorizou a desapropriação da área e permitiu a construção do estádio no terreno localizado no bairro Califórnia. “A gente fica muito feliz das obras estarem com o cronograma em dia, como atleticano e como cidadão de Belo Horizonte”.