Pular para o conteúdo principal

PBH amplia atendimento às mulheres vítimas de violência

02/05/2017 | 11:38 | atualizado em 17/11/2017 | 13:02

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Políticas Sociais, está ampliando o serviço de atendimento às mulheres vítimas de violência realizado na capital.  O Centro de Referência para Mulheres em situação de violência - Benvinda, um dos principais equipamentos destinado a este público, teve sua capacidade ampliada em mais de 50%.

 

Até o ano passado, o equipamento contava com duas técnicas para o acolhimento inicial, uma psicóloga e uma assistente social. Desde o mês de fevereiro, entretanto, novos três técnicos foram incorporados à equipe, sendo duas assistentes e uma psicóloga.

 

O Benvinda fealiza atendimentos psicossociais, sociais, psicológicos, orientações jurídicas e grupos reflexivos sobre gênero e violência desde 1996. Neste local, as mulheres são acompanhadas pelo serviço e, a partir dos atendimentos, são realizadas articulações com as redes das quais o Benvinda faz parte, dentre elas a Rede de Municípios que compõem o Consórcio Mulheres das Gerais, a Rede de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres e a Rede da própria Prefeitura nos serviços da assistência social, educação, saúde, cultura, lazer e esportes, visando a garantia de direitos dessas mulheres e a ruptura com a situação de violência.

 

O Benvinda realiza uma média de 70 atendimentos/mês, dos quais cerca de 20, são o primeiro atendimento. O equipamento oferece ainda acompanhamento psicológico, encaminhamento para serviços de saúde, educação, documentação e trabalho, além de acompanhamento pós-abrigamento.