Pular para o conteúdo principal

Seis livros, abertos, uns sobre os outros.
Foto: Amanda George/Pexels

PBH abre inscrições para dois dos mais tradicionais prêmios literários do país

23/09/2019 | 20:57 | atualizado em 25/09/2019 | 13:55

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e da Fundação Municipal de Cultura, lança nesta segunda-feira, dia 23, os editais do Concurso Nacional de Literatura Prêmio Cidade de Belo Horizonte 2019 e do Concurso Nacional de Literatura João de Barro - Literatura para Crianças e Jovens 2019. Os dois são os mais tradicionais prêmios literários do país e visam valorizar e fomentar a produção literária nacional com obras inéditas. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas desta segunda, dia 23, ao dia 4 de novembro de 2019.

 

A documentação e as propostas técnicas poderão ser entregues pessoalmente ou postadas pelos Correios. A entrega presencial deverá ser realizada no setor de Licitações da Fundação Municipal de Cultura, de segunda a sexta-feira, exceto feriados e pontos facultativos, no horário das 10h às 12h e das 14h às 17h. O endereço é rua da Bahia, 888, 12º andar, sala 1205, Centro, Belo Horizonte – MG, CEP 30.160-011.

 

Os editais foram publicados no Diário Oficial do Município do último dia 19. Para mais informações, o público também poderá entrar em contato por meio dos e-mails premiocbh@pbh.gov.br e joaodebarro@pbh.gov.br.

 

“A retomada e o fortalecimento dos nossos prêmios literários são mais do que um compromisso dessa administração, são um gesto de confiança e de incentivo à capacidade das artes, da cultura e, em especial, da literatura de continuarem a cumprir seu papel, semeando o conhecimento e a criatividade e contribuindo para superarmos o obscurantismo que teima em nos ameaçar”, afirma o secretário municipal de Cultura, Juca Ferreira.

 

A presidente da Fundação Municipal de Cultura, Fabíola Moulin, destaca que os prêmios são importantes entregas das políticas públicas para a leitura e a escrita. “Os prêmios fortalecem a criação literária e apresentam diferentes vozes e perspectivas de narrar na produção literária no país. Também são responsáveis por revelar grandes escritores e escritoras em sua longeva história. Entre os vencedores do Prêmio da Cidade de Belo Horizonte, por exemplo, figura Adão Ventura, poeta mineiro homenageado da terceira edição do Festival Literário Internacional de Belo Horizonte – 2019”, salienta.

 

Nessa edição, o Prêmio Cidade de Belo Horizonte contempla obras nas categorias dramaturgia e romance. Criado em 1947, na comemoração do cinquentenário da capital, é o concurso literário mais antigo do país. Um de seus principais atributos é o fato de premiar apenas obras inéditas. A cada edição, o prêmio revela novos escritores e obras e dá visibilidade à produção literária do país, sendo que as categorias premiadas são alternadas entre dramaturgia e romance ou conto e poesia. A obra vencedora em cada categoria receberá um prêmio de R$ 25 mil.

 

O Prêmio João-de-Barro contempla obras nas categorias texto literário e livro ilustrado, com projeto gráfico completo, voltadas para jovens e crianças. Criado em 1974, é um dos mais longevos e relevantes prêmios literários nacionais voltados para literatura infantil e juvenil. Seu formato arrojado abarca distintos aspectos da criação de livros para crianças e jovens, sendo de grande relevância para o cenário nacional de criação literária direcionada a crianças e jovens, particularmente porque revela a evolução da literatura infantil e juvenil contemporânea no país. A obra vencedora em cada categoria também receberá um prêmio no valor de R$ 25 mil.

 

 

Novidades

Em 2019, a Prefeitura atualizou os decretos que instituíam os dois prêmios, que vigoravam ainda do ano de 1947, para o Prêmio Cidade de Belo Horizonte, e do ano de 1974, para o Prêmio João-de-Barro. Uma das novidades é que, além de pessoas físicas brasileiras e natas, estrangeiros residentes no país também poderão participar dos concursos. As obras inscritas devem ser inéditas e escritas em língua portuguesa.

 

Cada proponente só poderá ser premiado em uma única categoria no mesmo edital, ainda que possa inscrever mais de uma obra na mesma categoria ou em categoria distinta. A avaliação das obras inscritas será feita por uma comissão julgadora composta por três especialistas em cada uma das categorias dos prêmios.


Últimas Notícias

Duas crianças estão de pé, segurando suas bicicletas, acompanhadas por adulto, também de pé. Ao fundo, pessoas passeiam, durante o dia. Bossa nova, blues, jazz e carnaval no BH é da Gente do dia 17/11

Apresentações musicais, oficina de circo, circuito de bike e brincadeiras tradicionais são as atrações do BH é da Gente do dia 17/11.

14/11/2019 | 19:03
Mapa da operação de trânsito Operação especial na Rodoviária em função do feriado de 15/11

A BHTrans realiza, de 13 a 18/11, intervenções operacionais no trânsito na região da Rodoviária organizar e garantir a fluidez de veículos.

12/11/2019 | 16:06