Pular para o conteúdo principal

Seis pessoas, sentadas em uma sala, fazem oficina de violão.
Foto: Sabrina Dourado

Oficinas de violão movimentam o Centro Cultural Vila Santa

09/11/2017 | 14:36 | atualizado em 09/11/2017 | 14:43

O Centro Cultural Vila Santa Rita oferece programação ampla e diversificada nas mais diferentes áreas: artes plásticas, dança, música, teatro, literatura, memória e patrimônio. Entre as atrações oferecidas pelo Centro, mantido pela Prefeitura por meio da Fundação Municipal de Cultura, está uma dobradinha de sucesso que tem a música como eixo: as oficinas Livre de Violão e de Experimentação Musical.


A Oficina Livre de Violão surgiu como alternativa de continuidade à aula de sensibilização ao instrumento. “Com o final da oficina, os alunos se mobilizaram para continuar as aulas do instrumento por aqui”, conta o gerente da unidade, Ricardo Ulpiano. A turma é formada por um grupo heterogêneo de alunos com diferentes níveis de aprendizado e faixa etária, que varia de 13 a 65 anos. “Trabalhamos o aprendizado empírico do violão. Através dos sentidos, ouvidos e olhos, os alunos vão desenvolvendo sua percepção musical, e, dessa forma, desenvolve-se também o aprendizado de repertório”, explica Ricardo.


Já a Oficina de Experimentação Musical surgiu no início de 2017, demandada por bailarinos, atores e poetas que se interessam pela criação de música e trilhas sonoras para seus espetáculos. Ricardo Ulpiano ressalta a característica desse grupo de participantes. “Esta atividade atende a um grupo que, apesar de heterogêneo, está mais voltado à profissionalização, na qual poetas, atores e bailarinos buscam desenvolver métodos e capacidade de criação musical para seus trabalhos artísticos”. Atualmente, os alunos estão em processo de gravação de seus temas criados durante o ano, o que desencadeará em um CD como produto da oficina. 


Tanto a Oficina Livre de Violão quanto a Oficina de Experimentação Musical são ministradas por Ricardo Ulpiano. Ambas têm caráter continuado, com isso, novos alunos podem ser admitidos durante o processo da oficina.


 
Aprovação pela comunidade

Juscielen Valesca, 15 anos, estudante, moradora do bairro Petrópolis, faz parte do grupo de alunos da Oficina Livre de Violão. "A aula de violão é muito boa para aprender músicas e ritmo. Os alunos são bons, um ajuda o outro, e o professor dá atenção a todos e ensina quantas vezes precisar”, explica. 


Evelyn Raiane, 16 anos, dançarina, moradora da Vila Santa Rita, também aprova a oficina. "Faço aulas de música há dois anos, incluindo a aula de violão no CCVSR. Tenho gostado e aprendido bastante. É uma oportunidade imensa que temos, pois as aulas têm qualidade, e a atenção que temos não teríamos nem se pagássemos uma fortuna", diz.


Emerson Guilherme, 33 anos, dançarino urbano atuante no Centro Cultural, morador do bairro Santa Maria, em Contagem, é integrante da Oficina de Experimentação Musical. "A aula de criação se define como espaço onde criamos e fabricamos música na sua plenitude. É simplesmente maravilhoso”, elogia. Herison Azevedo, 50 anos, motorista de ônibus aposentado, morador do bairro Marilândia, em Ibirité, é também um entusiasta da oficina: "sinto muita seriedade e dedicação do professor, é muito bom".


Ricardo avalia essa dobradinha de oficinas voltadas à música. Para ele, as atividades de música têm sido importantes para o centro cultural, tanto no sentido de possibilitar o aprendizado musical, quanto no sentido de promover a integração de grupos e artistas aqui do entorno. “A oficina de violão é uma das mais demandadas por aqui, e para nós, que trabalhamos no centro cultural, atender a esse anseio da comunidade é muito importante. Já a oficina de experimentação é um espaço de criação e desenvolvimento artístico em alto nível, no qual vivenciamos os processos de composição e de musicalização, chegando ao ponto de produzir obras a partir destas experiências. É de fato o sentimento da realização da política pública sendo entregue diretamente à população", conclui.


O Centro Cultural Vila Santa Rita fica na rua Ana Rafael dos Santos, 149, Vila Santa Rita. Telefone: 3277-1519. E-mail ccvsr@pbh.gov.br Funcionamento: de terça a sexta, das 9h às 18h; aos sábados, das 9h às 13h.