Pular para o conteúdo principal

Turma da guarda municipal, com 35 alunos sentados, assistem a vídeo sobre o uso do etilômetro.
Foto: Divulgação PBH

Novos grupos de guardas municipais passam por curso para uso de etilômetro

27/11/2018 | 13:44 | atualizado em 27/11/2018 | 21:24

Duas turmas compostas por 35 agentes da Guarda Municipal de Belo Horizonte, cada uma, participaram de treinamento para a utilização de etilômetros, na primeira quinzena de novembro, no Centro Integrado de Operações de Belo Horizonte. As aulas foram ministradas em dois dias, por videoconferência, para 70 guardas do Grupamento de Trânsito da corporação. Eles serão multiplicadores dos ensinamentos para os demais integrantes do grupo.

 

Outros 45 agentes já participaram de cursos teóricos e práticos de abordagens, em setembro, quando a Guarda Municipal recebeu cinco etilômetros novos para serem utilizados na rotina operacional dos agentes do trânsito. O treinamento foi realizado por instrutores representantes da Polícia Rodoviária Federal. Já o treinamento deste mês foi oferecido pela empresa que comercializou os novos aparelhos, usados para determinar a quantidade de bebida alcoólica consumida por um motorista, a partir da análise do ar exalado dos seus pulmões.

 

Direitos humanos

De acordo com o subcomandante da Guarda Municipal, Nedson Moreira, os novos etilômetros irão aperfeiçoar a atuação da corporação nas ocasiões em que o agente de trânsito se deparar com flagrantes de embriaguez ao volante. “Quando um motorista apresenta sintomas de embriaguez, a legislação considera que a visível alteração de sua capacidade psicomotora já é suficiente para configurar o crime de trânsito. O etilômetro usado pelo guarda municipal, porém, representa uma ferramenta aliada a nossa atuação no cumprimento da lei. E serve também como um incentivo para que os motoristas respeitem essa mesma lei”, avalia.

 

Em ambos os treinamentos para uso do etilômetro frequentados pelos guardas municipais, os instrutores enfatizaram que as abordagens devem ser pautadas na legalidade e no respeito à pessoa e aos direitos humanos. Para o coordenador do Grupamento de Trânsito da Guarda Municipal, inspetor João Marinho Júnior, os cursos garantiram à sua equipe a oportunidade de aprender não apenas as técnicas, mas também diretrizes importantes para sua atuação no dia a dia.