Pular para o conteúdo principal

Arte feita pela Prefeitura
Foto: Arte/PBH

Mostra Arena começa com programação híbrida e atrações de diversas linguagens

criado em 25/11/2021 - atualizado em 25/11/2021 | 17:19

A Secretaria Municipal de Cultura e a Fundação Municipal de Cultura realizam nesta sexta-feira, dia 26, às 19h, a abertura da Mostra Arena – Travessias, que segue com programação diversa até 5 de dezembro. Rodas de conversas, espetáculos de teatro e de dança, exposição, intervenções artísticas, saraus e projeções de vídeos, entre outras atividades, compõem a programação da mostra, que integra o processo de formação de alunos da Escola Livre de Artes Arena da Cultura. Toda programação é gratuita, sendo realizada em formato híbrido, com ações virtuais e presenciais, seguindo todos os protocolos de prevenção à Covid-19. 

No caso das atrações virtuais, o público poderá ter acesso por meio da Plataforma de Educação à Distância da PBH, disponível neste link. Para  as montagens de formatura dos Cursos de Dança e Teatro, atividades presenciais, haverá limitação de público, sendo necessária a solicitação de ingresso com até 48h de antecedência do início de cada atividade. As solicitações poderão ser enviadas no contato secretaria.ela@pbh.gov.br, sendo todas respondidas por e-mail. 

Secretária Municipal de Cultura e presidenta interina da Fundação Municipal de Cultura, Fabíola Moulin destaca que, além de valorizar as trajetórias de ensino e aprendizagem das turmas, a mostra proporciona visibilidade aos processos criativos desenvolvidos em várias áreas artísticas. “A Mostra Arena é sempre um momento especial no ano letivo da ELA-Arena, seja por oportunizar vivências artísticas e encontros entre a comunidade e a cidade, como também por representar o resultado das experiências e práticas formativas realizadas no último semestre”, ressalta. 

Em 2021, a programação da mostra foi construída buscando responder às demandas da comunidade por novas formas de presença, para além dos encontros virtuais na Escola Expandida, uma vez que, desde junho de 2020, a Escola se adaptou ao formato de ensino à distância, devido à pandemia de Covid-19. As aulas virtuais da Escola Expandida seguem até dezembro de 2021. 

A diretora de Promoção dos Direitos Culturais da Fundação Municipal de Cultura, Bárbara Bof, explica como esta busca por novas formas de presença se reflete na temática desta edição do evento. “As palavras ‘passagem, ponte, trânsito e travessia’ têm inspirado, desde o início, as primeiras ideias sobre a Mostra, que, permeada pelo desejo da passagem e da construção de novos tempos, não em vão recebeu o nome de Travessias”, ressalta. 

Programação 

A abertura da mostra será nesta sexta-feira, dia 26, com a roda de conversa “Memórias de travessias - 2020 e 2021. E agora?”, que irá abordar os processos de aprendizagem vivenciados na Escola Expandida, das 19h às 21h. A atração será virtual e a transmissão realizada por meio da Plataforma de Educação à Distância da PBH, neste link

Durante toda a mostra também estará disponível para visitação a exposição “Encontros com o tempo de A a Z”, que fica em cartaz no Centro Cultural Bairro das Indústrias, de quarta-feira à sábado, entre 9h e 19h. Ela reúne o resultado de estudos e criações poéticas da oficina Manual de Delicadezas, da área de Design Popular, com participações sonoras da Área da Música. A entrada do público seguirá os protocolos de prevenção ao contágio pela covid-19 vigente nos Centros Culturais, que estão funcionando mediante agendamento prévio, que pode ser feito pelo portal da Prefeitura - nos sites pbh.gov.br/reaberturacentrosculturais, por telefone, no 3246-0339, ou diretamente na portaria do Centro Cultural. 

Nos dias 27/11, 4 e 11/12, às 19h, o Centro de Referência da Cultura Popular e Tradicional Lagoa do Nado/Parque Lagoa do Nado recebe a formatura de teatro, com a apresentação “Do fogo à água: um rito de entrega”, com a retirada de ingressos antecipados com solicitação no e-mail secretaria.ela@pbh.gov.br. Na apresentação, os alunos convidam o público a participar do ofertório construído por cada estudante-artista que reflete a caminhada de aprendizagem marcada pelo corpo-território sagrado e por música, comida, fogo, água, axé, roda, folhas, entre outros elementos. 

No dia 29/11, das 19h às 22h, a Plataforma de Educação à Distância da PBH recebe a “Sessão Imagens de uma travessia - A arte é uma ponte para atravessar o medo”, em que alunos irão partilhar as imagens e processos de criação em 2021, para reverberar desejos, reflexões, sonhos e invenções em torno da criação audiovisual. 

No dia 30/11, das 19h às 22h, é a vez do “Picadeiro aberto” exibir vídeos dos processos de aulas e aprendizados de workshops, das oficinas e do curso de longa duração realizados ao longo de 2021, com práticas de palhaçaria, malabares, equilíbrio e Circo em casa, na Plataforma de Educação à Distância da PBH. 

Também no dia 30, de 19h30 às 21h30, as turmas de Dança e convidados apresentam “Rastros de uma travessia - Saídas de emergência”. Configurado como Sarau, a ideia é reverberar conteúdos que foram abordados ao longo do segundo semestre letivo, de modo a propiciar uma retrospectiva de experiências e o compartilhamento de memórias e registros. A atividade acontece na Plataforma de Educação à Distância da PBH. 

No dia 1º/12, das 19h às 22h, a roda de conversa “Pelas frestas: por dentro dos Bastidores” oferece o compartilhamento de processos e projetos coletivos desenvolvidos durante oficinas e laboratórios de Bastidores das Artes, seguida de conversa transversal sobre as modalidades de cenografia, curadoria, figurino e trilha sonora. Na sequência, o encontro abre um sarau para articular os projetos e pesquisas elaboradas por participantes dos laboratórios. A atividade é virtual e acontece na Plataforma de Educação à Distância da PBH. 

No dia 2/12, serão realizadas três atrações virtuais na Plataforma de Educação à Distância da PBH. Das 19h às 22h, será feita a partilha de experimentos dos Laboratórios de Teatro. Gerados a partir de processos de criação compartilhada entre as turmas, a atração, denominada “A tela não é plana”, inclui roda de conversa sobre a longa travessia em submersão digital com o “Laboratório II - Terra à vista” e o “Laboratório III - Canto coletivo”. No mesmo dia, a plataforma também será ponto de encontro do “Sarau de Patrimônio: memória e identidades”, que, inspirado nas rodas de poesia, repentes e versos das feiras populares do Brasil, trará uma roda de apresentações dos processos de trabalho das turmas de Patrimônio Cultural da ELA-Arena, das 19h às 22h. Também será realizado, das 19h às 22h, o “Mini Festival de Gestão e Produção Cultural - Arte abarca”. 

Nos dias 3, 4 e 5/12, das 9h às 22h, a atração “Entre praças, planos e reencontros – Travessias”, levará intervenções artísticas ao longo de três dias, para aqueles que estiverem transitando nas proximidades do NUFAC - Núcleo de Formação e Criação Artística e Cultural da Escola Livre de Artes, localizada na av. dos Andradas, 367, Centro. A proposta é levar para as ruas experimentações de arte ao ar livre, surpreendendo aqueles que estiverem de passagem pelas ruas com intervenções visuais, sonoras, palhacescas, projeções audiovisuais, varal literário, painéis de artes visuais, entre outras ações, espalhadas pela região da Zona Cultural Praça da Estação. Além disso, nos dias 3 e 4/12, haverá circulação da “Rádio Abraço” entre os Centros Culturais Jardim Guanabara, Padre Eustáquio, Usina de Cultura e São Bernardo. Criada pela área da Música, a Rádio traz criações feitas por estudantes da ELA-Arena sob orientação do corpo docente. Não será necessária retirada de ingressos para essa parte da programação. 

Finalizando a programação, nos dias 4, 5, 11 e 12/12, às 19h, a formatura de Dança realiza a apresentação “Tempo dentro”, no Centro Cultural Salgado Filho, com a retirada de ingressos antecipados com solicitação no e-mail secretaria.ela@pbh.gov.br. Tempo dentro traça um paralelo entre a dança, o tempo e a memória ao buscar reconfigurar vivências, deslocando-as para o presente, reafirmando o que não se deve esquecer. O trabalho esboça narrativas do universo comum que compõe o humano e que se expande, gira, desdobra, transborda, destrói e cria a todo momento, apresentando um jeito contemporâneo de dançar. Uma experiência dançante repleta de sentidos, emoções e significados que celebra o valor do afeto, da diversidade e a oportunidade do encontro. 

A previsão de abertura das inscrições para as ações formativas do primeiro semestre de 2022 da Escola Livre de Artes Arena da Cultura é no mês de fevereiro, sendo que as aulas devem iniciar na segunda quinzena de fevereiro. A expectativa é de retomada das atividades presenciais, a partir da melhora dos índices da pandemia possibilitada na cidade diante do avanço da vacinação. 

Mostra Arena – Travessias

De 26 de novembro a 5 de dezembro 

Programação gratuita e híbrida 

Todas as atividades possuem classificação indicativa livre 

Atividades virtuais: disponíveis na Plataforma de Educação à Distância da PBH:  neste link

Atividades presenciais: solicitação de ingressos com até 48h de antecedência do início de cada atividade, no e-mail secretaria.ela@pbh.gov.br