Pular para o conteúdo principal

Moradores do Santa Lúcia recebem chaves de apartamentos

26/12/2017 | 13:51 | atualizado em 05/02/2018 | 14:43
No mês do aniversário da Cidade, dezoito famílias do aglomerado Santa Lúcia, na região Centro Sul, tiveram um motivo a mais para comemorar ao receber as chaves dos seus novos apartamentos. As unidades habitacionais foram entregues aos moradores pela Prefeitura, por meio da Companhia Urbanizadora e de Habitação de Belo Horizonte (Urbel), e fazem parte do conjunto de intervenções estruturantes previstos pelo Programa Vila Viva no aglomerado. 


Assim como outras famílias da vila São Bento, Antônio Alves e a filha tiveram que sair de uma região que irá se transformar em área de preservação permanente. O local apresentava grande vulnerabilidade social, com moradias em condições precárias e situação de risco geológico. “Já que a gente tem que mudar, que seja pra melhor. Estou dando os últimos retoques no apartamento pra ficar tudo mais bonito e arrumado. E o bom é que conseguimos ficar perto da nossa antiga casa. Continuo na Zona Sul, a poucos metros do Centro, o que facilita muito o deslocamento para trabalhar e resolver as coisas”, disse. 


O aposentado Celso Dias, morador da vila Estrela há 40 anos, também está satisfeito com a nova casa, já que a antiga estava localizada em um trecho que receberá obras de urbanização, com abertura de uma importante via de ligação que irá até a vila Santa Rita de Cássia. A intervenção vai facilitar, ainda, o acesso à área comercial e aos equipamentos públicos. Diante de tantas transformações, ele, sua esposa, filha e neta estão ansiosos para começar uma vida nova no início do próximo ano. “Estamos só trocando o piso para fazer a mudança. Nós achamos o apartamento bem bacana e o lugar muito tranquilo. E o melhor é que conseguimos ficar perto de onde a gente morava. Meu vizinho, por exemplo, eu já conhecia, porque a gente jogava bola junto”, contou o morador. 


De acordo com a coordenadora social do Vila Viva Santa Lúcia, Marina Marques, das 488 unidades habitacionais anunciadas pelo Programa, 428 já foram entregues para moradores que residiam no próprio aglomerado. “Essa é uma das vantagens e tem sido o nosso diferencial, porque conseguimos colocar as famílias próximas aos seus locais de origem, facilitando a adaptação, a manutenção das relações familiares, de vizinhança e até mesmo de trabalho”, explicou. 


As unidades habitacionais entregues recentemente às famílias fazem parte dos blocos 1 e 2 do Conjunto Íris, localizado no bairro Santa Lúcia. Os apartamentos, que foram escolhidos pelos próprios moradores, possuem dois quartos, sala, cozinha, área de serviço, varanda e banheiro, e contam ainda com estacionamento e jardim comunitário.