Pular para o conteúdo principal

Faixa com os dizeres: "Detector de avanço do sinal a partir de 5/12/2018. Respeitar o sinal vermelho é lei e evita acidentes" na avenida Afonso Pena, no Centro de Belo Horizonte.
Foto: Adão de Souza/PBH

Fiscalização eletrônica amplia segurança para motoristas e pedestres

03/12/2018 | 19:32 | atualizado em 02/04/2019 | 12:23
A partir de quarta-feira, dia 5 de dezembro, entram em operação novos equipamentos de fiscalização eletrônica (Detectores de Avanço de Semáforo) em Belo Horizonte. 



Endereço de Instalação – Sentido

- Avenida do Contorno, nº  8995 - Barro Preto / Savassi
 - Avenida Álvares Cabral esquina com avenida Afonso Pena - Praça Afonso Arinos / Centro
- Avenida Afonso Pena esquina com avenida Álvares Cabral - Praça Rio Branco / Mangabeiras
- Avenida Getúlio Vargas esquina com avenida Afonso Pena - Funcionários / Savassi
- Rua Cláudio Manoel esquina com avenida Getúlio Vargas - Funcionários / Savassi
Clique aqui e confira o mapa com os locais de todos os equipamentos de fiscalização eletrônica da capita. Saiba mais sobre a funcionalidade dos equipamentos de Detecção de Avanço de Semáforo.


Confira, nos links a seguir, o mapa e a função dos detectores de avanço de semáforo. 
 



Preservando vidas

Os equipamentos de fiscalização eletrônica são um importante instrumento para o aumento das condições de segurança e o meio mais eficaz e confiável para redução dos índices de acidentes e, principalmente, para a redução do número de vítimas no trânsito. O principal objetivo do equipamento “Detector de Avanço de Semáforo” é contribuir de forma efetiva para redução do número de acidentes fatais e não fatais em cruzamentos e principalmente atropelamentos. 

Para a escolha do local de instalação do equipamento “Detector de Avanço de Semáforo”, a BHTrans segue critérios de estudos técnicos, sendo considerados os seguintes aspectos:

- Locais com maior incidência de acidentes.
- Fluxo de pedestres.
- Tipo de acidente.
- Quantidade de acidentes com e sem vítimas, inclusive fatais.
- Acidentes por período.
- Grau de severidade do acidente.
- Tipo de veículo envolvido, entre outros fatores.

    Os equipamentos foram vistoriados e homologados pelo IPEM-MG e publicados no Diário Oficial do Município (DOM).