Pular para o conteúdo principal

Há uma cama elástica montada em uma escola. Duas meninas pulam no aparelho.

Escolas oferecem espaço lúdico de recreação gratuita durante o período de férias

27/07/2018 | 13:27 | atualizado em 27/07/2018 | 13:27

Para oferecer um momento de lazer, aprendizado e descontração, as escolas municipais abrem as portas durante o recesso escolar para receberem crianças e adolescentes. Todo ano o programa Escola nas Férias agita o descanso da meninada e, nesta edição, todas as 14 escolas municipais localizadas na região Leste participaram e disponibilizam diversas atividades como oficinas, brincadeiras e passeios para crianças e adolescentes.
 

No período do dia 17 ao dia 19 de julho, a Escola Municipal Lourenço de Oliveira (EMPLO), localizada no bairro Santa Tereza, recebeu aproximadamente 100 crianças diariamente. As brincadeiras e oficinas que fizeram mais sucesso foram a piscina de sabão, cama elástica, danças urbanas e oficinas de arte. Layssa Fernanda Souza, de 15 anos, é ex-aluna e participa todo ano do programa e se diz feliz com a realização da atividade. “Foi tudo ótimo, os monitores são muito educados, prestativos e atenciosos, a comida estava maravilhosa e me diverti bastante nas brincadeiras e oficinas”, conta.
 

De acordo com a diretora da EMPLO, Maria Fatima Gomes, o acolhimento é um dos principais objetivos do programa. “A escola recebeu os alunos, ex-alunos e as crianças da comunidade. É um momento único, pois permite uma interação e um grande acolhimento, além de oferecer um espaço de aprendizado e lazer gratuito”.

 

Escola nas Férias

O Escola nas Férias começou no dia 16 de julho e termina hoje,, dia 27. As atividades acontecem de 9h às 16h e oferece além de uma semana muito animada e recheada de atrações, alimentação para todos os participantes, com três refeições diárias.
 

O Programa tem como objetivo, proporcionar práticas de lazer aos estudantes e uma programação com jogos, brincadeiras, atividades esportivas e demais práticas culturais durante o período das férias escolares. De acordo com Izabela Alvina Maciel, referência de Educação Integral e EJA da Diretoria de Educação Leste, a proposta metodológica do programa é oferecer lazer e cultura de forma lúdica. “As práticas desenvolvidas nas escolas podem configurar-se como uma intervenção qualificada, na medida em que podem promover o reconhecimento e criação de saberes culturais pelos sujeitos, através de vivências, em constante diálogo crítico com a realidade”, ressalta.